quarta-feira, fevereiro 29, 2012

INFORMANDO...

A PAZ AMADOS IRMÃOS
DEUS VOS ABENÇOE
ESTAMOS EM VIAGEM PARA A GUIANA FRANCESA, MAIS UMA VEZ, EM NOME DE JESUS.
CONTO COM AS VOSSAS PRECIOSAS ORAÇÕES, EM NOME DE JESUS; PEÇO-VOS, TAMBÉM, QUE OREM PELA IGREJA DO SENHOR NAQUELE PAÍS E PELA SALVAÇÃO DAQUELE POVO, EM NOME DE JESUS.
AGUARDEM NOSSO RETORNO NA PRÓXIMA SEMANA, QUERENDO DEUS.
UM GRANDE ABRAÇO A TODOS ORANDO POR VÓS PARA QUE ESTEJAIS FIRMES, SEM VOS MOVERDES DA ESPERANÇA.
MARANATA!
a conserva em Cristo
lidia

segunda-feira, fevereiro 27, 2012

A FRAGILIDADE DO HOMEM

“... NÓS TAMBÉM SOMOS HOMENS COMO VÓS, SUJEITOS AOS MESMOS SENTIMENTOS...” ( Atos 14.15).
Às vezes somos tentados a pensar que já alcançamos um patamar espiritual tão elevado que não aceitamos quando vivemos momentos nos quais sentimentos tais como ira, indignação, angústia, desapontamento e outros de ordem negativa.
Todavia, a Bíblia mostra claramente que homens e mulheres que fizeram a vontade de Deus, procurando obedecer-lhe, também vivenciaram situações onde a natureza carnal se manifestou.
“ELIAS ERA HOMEM SEMELHANTE A NÓS, SUJEITO AOS MENSMOS SENTIMENTOS...” ( Tiago 5.17)
A história desse homem é fantástica! Ele deu prova de uma fé tremenda no Deus de Israel quando desafiou os profetas de Baal e o venceu, sendo atendido na sua oração, glória a Deus! Mas isso não impediu que ele sofresse um momento de desânimo a ponto de desistir de viver. O Senhor Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó o sustentou no seu momento de fragilidade e não desistiu dele.
Paulo, o apóstolo, considerado um gigante do Novo Testamento, vivendo crucificado com Cristo, porém, demonstrou a sua fragilidade humana em algumas ocasiões. Uma delas, segundo o registro bíblico, teve uma “NÃO PEQUENA CONTENDA...” com Barnabé, aquele que lhe apoiou nos primeiros momentos de sua fé em Jesus; eles eram amigos, companheiros de missão, homens cheios do Espírito, conforme diz as escrituras, mas o velho homem ainda não está totalmente morto, pois como diz a Palavra nos despimos dele ( Colossenses 3.8). A velha natureza está em nossa humanidade, mesmo sendo co-participantes da natureza divina.
Nem um daqueles que seguiram a Cristo e até hoje os seguem podem se considerar super em nenhuma área da vida; nossa fragilidade é necessária para que não sejamos dominados pelo vírus luciferiano (orgulho).
Louvemos a Deus por nossas fraquezas; não tentemos esconder o que realmente somos, pois todos somos carentes da glória de Deus, da sua graça, da sua misericórdia, da sua compaixão e acima de tudo do seu imensurável amor, sabendo que Ele nos ama apesar das nossas limitações e vulnerabilidade, porque Ele é Deus!
O perigo está em sermos dominados por sentimentos carnais, mas jamais poderemos evitar totalmente que emoções negativas se manifestem em nossa vida. Devemos exercitar misericórdia para com os nossos familiares que servem a Deus; não exigir dele uma vida de perfeição absoluta, pois se usarmos de misericórdia para com as falhas do nosso próximo com misericórdia seremos tratados ( Tiago 2.13).
Seu marido é um homem de Deus, mas é homem; sua esposa é uma mulher de oração, de fé, mas é humana; nossos filhos são sujeitos a falhar, e assim com todos quantos vivem conosco, com os quais convivemos no nosso dia-a-dia.
Tudo vai depender da maneira como estiver o nível de amor em nós; se o “tanque” estiver cheio as falhas não aparecem, porque o amor cobre transgressões. Quanto menos amamos mais enxergamos os defeitos e cobramos do nosso próximo, atitudes que para nós é difícil. Procuremos ser misericordiosos como disse Jesus:
“SEDE MISERICORDIOSOS, COMO MISERICORDIOSO É O VOSSO PAI QUE ESTÁ NOS CÉUS.” ( Lucas 6.36).
Estejamos certos meus amados que se a graça e a misericórdia de Deus não nos alcançarem, jamais entraremos na cidade santa; mas haveremos de lá chegar porque o Senhor Jesus viveu como um de nós e sabe muito bem o que significa viver neste mundo dominado pelo maligno; Ele nos ajudará como Sumo Sacerdote e o Amigo Espírito Santo nos ajudará nas nossas fraquezas. Assim, vamos andando de fé em fé sem querer mostrar aos outros que somos mais e mais e mais do que eles através de uma falsa santidade, mas “IRREPREENSÍVEIS E SINCEROS, FILHOS DE DEUS INCULPÁVEIS...” ( Filipenses 2.15), por meio de Cristo Jesus, o Homem perfeito!
MARANATA!

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

COISAS... COISAS... COISAS...


“NÃO ATENTANDO NÓS NAS COISAS QUE SE VEEM, MAS NAS QUE SE NÃO VEEM; PORQUE AS QUE SE VEEM SÃO TEMPORAIS, E AS QUE NÃO SE VEEM SÃO ETERNAS.” (2 Coríntios 4.18).

Interessante; a Bíblia fala de coisas e coisas; é um assunto importante para se pensar. Em que coisas estamos nós interessados? Que coisas nos chamam à atenção? Que tipo de coisas são prioridade em nossas vidas?

Há pessoas que se interessam nas coisas do reino das trevas, “ AS COISAS PROFUNDAS DE SATANAZ “ (Apocalipse 3.24). Tais pessoas e mesmo evangélicos, vivem buscando saber o que está acontecendo no mundo no que diz respeito a mortes, assassinatos, estupros, desgraças em geral; são pessoas que vivem ligadas em programas de rádio e televisão que noticiam somente as barbáries que acontecem, segundo o príncipe deste mundo. Essas coisas, meus amados não nos devem interessar e como disse Jesus: “DEIXA OS MORTOS ENTERRAR OS SEUS MORTOS...” E ainda existem aqueles que o somente ouvir e ver não lhes basta; têm que sair divulgando as coisas que o maligno está fazendo na terra. Nosso dever como cidadão do Reino da luz é fazer notórios os feitos do Senhor do Reino – Jesus!

As coisas do mundo são motivo de cuidado para os que são casados, enquanto que os solteiros cuidam das coisas do Senhor (1 Coríntios7.32.34). Essas coisas têm a ver com as preocupações da vida a dois, como o apóstolo Paulo escrevendo aos coríntios chama de tribulação na carne ( 1 Corintios 7.28).

Em virtude de vivermos em um mundo capitalista, onde o consumismo é incentivado aos quatro cantos, precisamos ter muito cuidado para não nos tornarmos refém das dívidas, pela compulsão em adquirir coisas e coisas, bens materiais, coisas que se veem e que dão a falsa impressão de boa condição financeira. A Bíblia diz que “AI DOS QUE SE CARREGAM A SI MESMO DE DÍVIDAS...” (Habacuque 2.6).

A Teologia da prosperidade associa a uma vida cristã abençoada a aquisição de bens materiais; isso não embasamento bíblico e é sobre isso que estamos estudando na EBD nesse trimestre. Não sei quem foi que meteu na cabeça dos evangélicos que quem tem muito dinheiro é favorecido por Deus. A Bíblia diz que “AS RIQUEZAS DO RICO NÃO O DEIXAM DORMIR.” ( Eclesiastes 5.12). É bom observar qual a motivação que nos leva a correr atrás de coisas temporais, passageiras; coisas que um dia teremos de deixar para outros.

O melhor de tudo é fazer o que diz a Santa Palavra de Deus: “BUSCAI AS COISAS QUE SÃO DE CIMA...” (Colossenses 3.1.). As coisas de cima são eternas; são coisas espirituais; são coisas que não se adquirem com dinheiro, o preço delas é diferente; as coisas espirituais são dádivas do Pai das luzes e devemos busca-las com devoção sincera e com o objetivo de glorificar a Deus em nossas vidas.

Não entendo porque oramos, pedimos, suplicamos, rogamos com lágrimas até para que o Senhor nos dê aquele emprego, aquela casa, aquele apartamento, aquele carro e outras coisas; fazemos campanhas de semanas sem poder faltar a nenhuma reunião onde se busca coisas materiais e não nos dispomos a fazer campanha para sermos usados por Deus nos dons espirituais; não oramos com o mesmo afinco pedindo que o caráter de Cristo se manifeste em nosso dia-a-dia; não oramos para sermos ganhadores de almas, enfim...

Já está passando da hora de mudarmos o nosso foco das coisas temporais para as coisas eternas; das coisas materiais para as coisas espirituais. A promessa é gloriosa:

“... NEM OLHOS VIRAM, NEM OUVIDOS OUVIRAM, NEM JAMAIS PENETROU EM CORAÇÃO HUMANO O QUE DEUS TEM PREPARADO PARA AQUELES QUE O AMAM.” (2 Corintios 2.9).

O que espera a Noiva do Cordeiro é inimaginável! Jamais subiram ao coração do homem; só de imaginar o meu coração vibra de alegria gente, é Céu!

Céu: lugar de gozo, paz completa, amor pleno, e acima de tudo o estar com Ele, com o Amado das nossas almas; está com Aquele que deu a sua vida por nós por nos amar, aleluia! É andar em ruas de ouro, imagine, imagine, imagine...

Saia dessa situação de tribulação na carne por causa de coisas temporais; dê enfoque para as coisas eternas, porque a qualquer momento poderá ser o começo da verdadeira vida para os que forem fiéis a Jesus e perseverarem até o fim.

MARANATA!

terça-feira, fevereiro 21, 2012

S.O.S. JÁ!


`` O MEU SOCORRO VEM DO SENHOR... `` (Salmo 121.2).
Esta palavra está muito forte no meu coração neste dia. Sei com toda certeza que alguém entre os que nos lêem estará sendo abençoados com ela, porque o Amigo não falha, aleluia!
Quantas vezes estamos angustiados por causa das situações que se nos apresentam. A cada dia parece que as dificuldades vão se avolumando mais e mais e chegamos a momentos em que parece fugir de nós toda a esperança; isso aconteceu com o apóstolo Paulo como está escrito:
``... DISSIPOU-SE, AFINAL, TOD A ESPERANÇA DE SALVAMENTO. `` (Atos 27.20). As tempestades nos sobrevêm, sim, e como! Nosso barco parece mesmo que vai arrebentar pela fúria dos ventos e das ondas bravias; olhamos para todos os lados e só vemos tormenta, mas, como está escrito:
``... O SENHOR TEM O SEU CAMINHO NA TORMENTA E NA TEMPESTADE... `` ( Naum 1.3).
Que coisa maravilhosa! Cai por terra a teologia de que se Deus está conosco vivemos sempre em bonança, em mares tranqüilos, navegando confortavelmente.. É na tormenta e na tempestade que Ele se apresenta com Aquele que anda sobre o mar e tem poder para mandar e as forças da natureza obedecem a Sua maravilhosa voz!
Precisamos de socorro nas tribulações que sofremos; quanto sofrimento elas nos trazem! O apóstolo Paulo viveu um momento terrível em sua trajetória com Cristo, e escreveu do seu desespero em certa situação por causa da tribulação que sofreu:
``PORQUE NÃO QUEREMOS, IRMÃOS, QUE IGNOREIS A NATUREZA DA TRIBULAÇÃO QUE NOS SOBREVEIO NA ÁSIA, PORQUANTO FOI ACIMA DAS NOSSAS FORÇAS, A PONTO DE DESESPERARMOS ATÉ DA PRÓPRIA VIDA.`` ( 2 Coríntios 1.8).
Veja bem: a tribulação veio acima das forças do apóstolo, e nós não somos diferentes! Mas o socorro veio para Paulo e virá também para nós (2 Coríntios 1.10), aleluia!
De repente precisamos de socorro por conta de uma tentação que estamos vivendo, misericórdia! Ninguém em são juízo tem coragem de afirmar com sinceridade diante de Deus que não é tentado; somos tentados sim, independente de tempo de caminhada com Cristo, independente de cargo ou função na igreja local, independente de idade ou seja lá do que for, o tentador não dorme e está em nosso derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar ( 1 Pedro 5.8). Ninguém o subestime, porque se não estivermos sujeitos a Deus jamais poderemos resisti-lo com sucesso ( Tiago 4.7).
A segurança que temos é que Deus é Deus e está acima de tudo e de todas as situações, pronto para nos socorrer. Entretanto, precisamos conhecê-lo verdadeiramente para podermos afirmar categoricamente: O MEU SOCORRO VEM... E não duvidar em nosso coração, ainda que pareça demorar chegar o tal socorro, ele vem, ele vem, ele vem!
O socorro não vem do dinheiro que porventura tenhamos; não vem dos bens que acumulamos pois em muitos casos nada material pode socorrer; não podemos esperar que o socorro venha de amizades que temos por mais fieis que elas sejam para conosco, porque há momentos que, ainda que queira alguém nos socorrer percebe o quanto é impotente diante do quadro que estamos passando.
O socorro só pode vir do Senhor, porque só Ele e somente Ele tem poder de mover corações, mudar pensamentos, alterar planos, dá escape, prover segundo a nossa necessidade, e tudo isso e mais Ele pode fazer não somente usando quem está perto de nós, mas também de longe; eu sou testemunha de que Ele faz assim, glória a Deus!
Não desespere. Tão somente creia! O socorro virá neste dia. O Deus que não dorme e nem tosqueneja está atento a cada detalhe da vida daqueles que são seus filhos. O socorro vai chegar; o livramento virá e com ele o escape. O Senhor vai lhe tirar do lugar onde o sofrimento tem lhe levado a quase desesperar e de maneira inusitada. Ele surpreende aqueles que querem ver o nosso fim e nos exalta acima dos nossos inimigos. Toda glória a Ele, aleluia!
A tentação não irá lhe vencer; tão somente clame a Jesus como está escrito ( Hebreus 2.18). Somente precisamos reconhecer que Ele é Deus e que Ele e só Ele tem todas as condições para trazer socorro. Na terra o socorro pode falhar, por exemplo: uma ambulância pode ser acionada para socorrer um acidentado, mas ao chegar ao local, de repente percebe que falta um equipamento indispensável para que aquela vida fosse poupada e aí o que veio com o propósito de socorrer falhou! Jesus é diferente! Ele tem todas as coisas que precisam ser usadas na hora de um socorro, seja em que área for glória a Jesus! Confie NELE! Descanse NELE! Coma com alegria; durma tranqüilo; o socorro chegará antes do último prazo expirar, Deus é fiel!
Tenhamos a mesmo segurança do salmista e afirmemos sem duvidar: O MEU SOCORRO VEM DO SENHOR!
MARANATA!

sexta-feira, fevereiro 17, 2012

OS CARNAVALESCOS EVANGÉLICOS


ACAUTELAI-VOS DO FERMEMTO DOS FARISEUS, QUE É A HIPOCRISIA. (Lucas 12.1).
Fiquei a meditar em como no período do carnaval as pessoas aproveitam para manifestarem aquilo que desejavam ou desejam ser.
O uso de máscaras é desde os tempos antigos; atrás de uma máscara a pessoa esconde a sua verdadeira identidade. Outros assumem personalidades diferentes daquilo que realmente são tipo, homens se vestem de mulher e por aí vai.
Eles vivem essa ilusão durante os quatro dias do carnaval, porém, ao final do período voltam a ser aquilo que eram antes, as máscaras são rasgadas e deitadas fora, as fantasias ficam para trás.
Segundo o dicionário o desempenho de um papel (ator); aquilo que não é a verdadeira realidade é hipocrisia. Em tudo que procuramos demonstrar o que não somos estamos apenas fingindo e isso é hipocrisia, algo que Jesus nos preveniu contra ela.
A hipocrisia ainda é apresentada como fingimento de bondade de idéias ou de opiniões apreciáveis e também como devoção fingida; meu Deus!
Lamentavelmente podemos observar que no meio dos evangélicos (to fora!), essa tal hipocrisia está em alta! O desempenho de um papel que não é a realidade interior de muitos; o fingimento de bondade para atrair a admiração e a louvação dos que estão na mesma comunidade; o fingimento de idéias ou de opiniões apreciáveis com a finalidade de conseguir ascender na igreja local; devoção fingida sob a forma de uma santidade exarcebada, porque isso dá status espiritual. Misericórdia, meu Pai!
Os carnavalescos do mundo usam máscaras durante quatro dias; os carnavalescos evangélicos usam-nas até que o Amigo Espírito Santo os convença de que hipocrisia é pecado e eles decidam viver com a cara descoberta, como está escrito em 2 Coríntios 3.18.
Quantos casais evangélicos vivem intrigados dentro do lar, dormindo em camas separadas, não conseguem olhar nos olhos um do outro, apenas se suportam em nome da família e da igreja, mas ao chegarem ao templo esboçam sorrisos de felicidade e passam a imagem de um casamento ideal e feliz.
Quantos pais tratam as crianças da igreja com muito carinho, sorrisos, agrados enquanto que lidam com seus filhos sempre mal humorados, ranzinzas, intolerantes, impiedosos até, como certa vez ouvi de um filho dizer em relação a sua mãe: minha mãe é impiedosa (ela é evangélica).
Há, também, os que usam de hipocrisia com os amigos; com os lábios lisonjeiam, mas no coração criticam; dão tapinhas nas costas do outro quando na verdade desejam é esbofeteá-lo. Costumo dizer que Deus nos conhece antes do filtro da nossa mente. Todos nós temos um filtro que trava certas idéias e só deixa passar o que é conveniente e assim convivemos placidamente com o impostor que vive em nós, o falso eu.
O Senhor Jesus está às portas para levar o Seu povo, os seus discípulos e precisamos tomar cuidado. Toda a manifestação de mentira e engano vem do príncipe deste mundo, que, segundo palavras de Jesus é mentiroso e pai da mentira ( João 8.44). Tudo que não é verdade não procede de Deus, abramos os nossos olhos; em nome de Jesus não nos deixemos levar pelo engano do maligno, ele é enganador desde o princípio.
E porque não mencionar aqueles que enquanto no púlpito passa para os que os ouvem uma imagem de santidade, de fervor, de piedade e quando se acham em outro local tipo restaurante se soltam e mostram outra realidade para os íntimos. Guarde-nos o Senhor de sermos profissionais do púlpito!
É com muito temor e tremor que escrevo estas linhas meus amados; sei o peso da responsabilidade que está sobre mim e clamo pela graça e a misericórdia de Deus sobre a minha vida porque reconheço o quanto sou falível e vulnerável. Irmãos orem por mim, em nome de Jesus!
Deus atenta para os sinceros, que não temem em mostrar a sua verdadeira identidade. Ele se agrada da sinceridade ( 1 Crônicas 29.17), e o futuro do sincero será de paz ( Salmo 37.37).
O apóstolo Pedro escreve acerca do julgamento que deve começar pela casa de Deus e o apóstolo Paulo nos ordena a examinarmos a nós mesmos. Devemos sim nos examinar à luz da Santa Palavra de Deus e não ser complacente com as nossas desobediências.
Ajude-nos o Amigo Espírito Santo a nos despojarmos das coisas do velho homem e nos revestirmos do novo que segundo Deus é criado em justiça e santidade (Efésios 4.24) Aleluia!
Podemos com toda certeza contar com a ajuda do Amigo Espírito Santo, pois para isso Ele foi enviado como nosso Paracleto, para ajudar nas nossas fraquezas (Romanos 8.26).
Ei! saiamos do bloco carnavalesco dos mascarados e hipócritas do meio evangélico em nome de Jesus!
MARANATA!

terça-feira, fevereiro 14, 2012

SUBMISSÃO: CARACTERÍSTICA DO CIDADÃO DO REINO DE DEUS


“SUJEITANDO-VOS UNS AOS OUTROS NO TEMOR DE CRISTO.” ( Efésios 5.21).

Um dos agravantes para os problemas sociais que vivemos é exatamente a desobediência à Palavra de Deus no que diz respeito à submissão ou sujeição.

Submissão é uma obediência inteligente e, por conseguinte, uma manifestação de humildade. O fato das pessoas não estarem disposta a sujeitarem-se umas às outras tem a ver com a manifestação do vírus luciferiano (orgulho) tão arraigado na nossa natureza carnal. E por conta da nossa desobediência a Deus sofremos tão sérias consequências .

Submissão está na vida de todos os que são membros do Corpo de Cristo, dos que formam a Igreja na terra, pois está escrito:
“... COMO A IGREJA ESTÁ SUJEITA A CRISTO...” ( Efésios 24). Há uma afirmação que a Igreja está submissa a Cristo.

Os que verdadeiramente estão no Corpo tomaram sobre si o jugo de Jesus; o tomar o Seu jugo é ordem e significa está submisso a Ele, ser dominado por Ele, reconhecer que Ele é o seu Senhor e aceitar Seu senhorio.

Quando não nos submetemos a Jesus não somos sujeitos a Deus; daí que jamais poderemos resistir ao diabo e termos vitória, pelo contrário, ele prevalece, pois está escrito:
“SUJEITAI-VOS, PORTANTO, A DEUS; MAS RESISTI AO DIABO, E ELE FUGIRÁ DE VÓS. (Tiago 4.7).

De nada nos adianta orar muito, jejuar, trabalhar para o Senhor se não formos sujeitos a Deus! O inimigo tem iludido a muitos evangélicos (tô fora!), levando-os a viver um fanatismo religioso exacerbado muitas vezes, sem contudo viver em obediência ao Seu Senhor; enquanto isso ele vai ganhando terreno na nossa família, na nossa vida em geral, misericórdia!

Se os crentes não se submetem a Cristo, a Deus a coisa tem efeito cascata. Por conseguinte, as mulheres não se sujeitam aos maridos como ordena a Palavra ( Efésios 5.22; Colossenses 3.18; 1 Pedro 3.1).

Não sei como foi que as mulheres evangélicas se deixaram enredar pelo maligno em pensar que submissão é escravidão, absolutamente! E por conta disso há uma leva de esposas insubmissas, fazendo o que querem sem dar satisfação aos esposos, controlando suas vidas à revelia daquele que, segundo as escrituras é o cabeça da mulher (Efésios 5.23).

Tal atitude das esposas foge do propósito de Deus e o resultado disso é que hoje temos tantas mulheres desmaridadas como costumo dizer; mulheres amargando uma vida de solidão, e outras vivendo dissolutamente contrariando os princípios de santidade do Reino de Deus.

Se os filhos não veem no lar exemplo de submissão a Deus, a Sua Palavra; se não veem as mães sendo submissas aos maridos, eles, por sua vez desobedecerão, de igual modo à ordem da Palavra em relação a eles ( Efésios 6.1; Colossenses 3.20).

A consequência desta desobediência é uma geração de jovens entregues a si mesmo que envergonham a sua mãe como está escrito (Provérbios 29.15).

Se os filhos não obedecem aos pais que podem ver como obedecerão a Deus que não vê? E esse grupo de insubmissos aos pais e familiares mais velhos é jogado na sociedade para serem empregados, se sujeitarem a um patrão! E a Bíblia diz que os servos (empregados) devem ser sujeitos aos seus senhores, patrões (Efésios 6.5 a 8; Colossenses 3.22).

De que maneira poderemos nos sujeitar uns aos outros se não obedecermos à Palavra nos seus diferentes mandamentos? É complicado!

A crise de insubmissão tem se alastrado no meio dos que exercem algum tipo de liderança no meio do povo que se chama pelo Nome do Senhor. Por motivos fúteis pessoas já se rebelam e saem de determinada igreja local para criar um novo grupo, uma nova igreja local que, por sua vez, em alguns casos, nasce de uma atitude de insubmissão, por falta de humildade; pelo contrário, o vírus luciferiano se transforma em uma virose que se não for tratada corretamente poderá levar a óbito espiritual!

Vivemos crise de submissão; a insubmissão cresce a cada dia na vida dos homens e por isso o pecado tem se multiplicado, multiplicado, multiplicado...

E como está escrito: “O SALÁRIO DO PECADO É A MORTE...” (Romanos 6.23).

As consequências têm sido arrasadoras! As doenças se proliferando de modo incontrolável; nunca se viu tantas qualidades de enfermidades como nos nossos dias; tanta mortandade em acidentes, em tragédias, enfim... Os jovens morrendo em pleno vigor da vida; a morte campeia na terra!

E como morte significa separação, temos a desgraça atingindo os casamentos! Casais se separando alegando infelicidade, transferindo a culpa para o outro, esquecidos de que a Bíblia diz que cada um deve queixar-se dos seus próprios pecados (Lamentações 3.39).

O adversário está ganhando terreno no coração dos homens e até mesmo dos que se dizem evangélico, infelizmente! Como toda desobediência a Deus é pecado estamos colhendo os frutos da nossa. É muito fácil estender o indicador para apontar o pecado de alguém quando nós mesmos somos desobedientes e insubmissos a Deus e a Sua Palavra.

Que o Amigo Espírito Santo nos ajude a repensar as nossas atitudes á luz da Palavra de Deus; que possamos nos arrepender dos nossos pecados, nos humilharmos diante do Senhor para podermos alcançar misericórdia e sermos perdoados.

É tempo de reavaliarmos nossa vida como cidadão do Reino de Deus para que não sejamos envergonhados na vinda de Jesus.

MARANATA!

sexta-feira, fevereiro 10, 2012

EIS A MÃO!

De uma forma inusitada, quando falei com o Amigo sobre o que escreveríamos neste dia, Ele simplesmente me trouxe à memória um hino antigo, que certamente tem uma mensagem para o coração de alguém entre os leitores que Ele mesmo traz a este blog.

video

Tão somente creia que Aquele que nos comprou está conosco todos os dias, como Ele mesmo prometeu e Ele é fiel!
Confie! Creia! Descanse! E veja que o Senhor irá solucionar tudo aquilo que está lhe trazendo preocupação. Ele agirá de modo inesperado a Sua maneira de Deus.
MARANATA!

segunda-feira, fevereiro 06, 2012

TENHA ESPERANÇA!

"BOM É TER ESPERANÇA E AGUARDAR EM SILÊNCIO A SALVAÇÃO DO SENHOR" (Lamentações 3.26).

Tenha esperança! Tenha esperança! Tenha esperança! Tenha esperança porque Jesus está vivo à destra do Pai e
"PORQUE ELE VIVE, POSSO CRÊ NO AMANHÃ..."
A esperança não traz confusão ( Romanos 5.5).
A esperança é um capacete.
Aguarde em silêncio; sem murmurar; sem queixar-se; sem reclamar; sem revolta; sem questionamentos...
Só não podemos silenciar diante de Deus! Diante DELE perseveremos em oração velando nela com ação de graças ( Colossenses 4.2).
A salvação vem do Senhor!
O dia determinado por Ele chegará e de repente; Ele não retarda a Sua promessa. Ele é fiel!
Viva esse dia em esperança e em esperança tenha confiança e fé; a salvação virá!
MARANATA!

domingo, fevereiro 05, 2012

ALELUIA! ALELUIA! ALELUIA!

"ALEGRAI-VOS COMIGO..."

Neste domingo, 05 de fevereiro, tive a alegria de ver o meu filho David se render a Cristo, em lágrimas, no Templo Central da Assembléia de Deus eu REcife, aleluia!
O Senhor Jesus o tinha lbertado do alcool desde o final de outubro, mas a decisão pública de compromisso não havia sido feita. Mas o Espírito Santo é perfeito, Ele é Deus!
Peço-vos que continuem nos ajudando em oração porque há muito para ser restaurado em sua vida, Deus e somente Deus o fará, para Sua glória.
Foram quase vinte anos de perseverança em oração ajudada pela Igreja do Senhor, mas o que Deus promete cumpre e Ele não retarda a Sua promessa.
Não desista de orar e confiar no Senhor; na hora certa Ele chega e faz o que prometeu!
A conserva no amor de Cristo Jesus
lidia

sexta-feira, fevereiro 03, 2012

A OSTEOPOROSE ESPIRITUAL

“... MESMO QUE O NOSSO HOMEM EXTERIOR SE CORROMPA, CONTUDO, O NOSSO HOMEM INTERIOR SE RENOVA DE DIA EM DIA. ( 2 Coríntios 4.16).
O Amigo sempre me traz lições associando ao que estudamos na Universidade, na área de saúde, aplicando em relação a nossa vida espiritual.
Nesses dias estive meditando sobre essa patologia: Osteoporose. É uma doença assim denominada em virtude dos ossos ficarem porosos, isto é, descalcificados.
A osteoporose é uma patologia relacionada com o envelhecimento do ser humano, portanto, acontece no período da velhice; embora sendo mais presente no sexo feminino também ocorre em homens na terceira idade. Uma vez que os ossos ficam fragilizados, especialmente o fêmur e a coluna vertebral, o risco de fratura é cada vez maior e em alguns casos, não seria uma queda que provocaria a fratura, mas ao contrário, o osso partiu-se e a pessoa sofreu a queda.
Uma boa alimentação na infância onde a criança recebe a quantidade de cálcio suficiente para ter ossos fortes ajudará a retardar esse mal na velhice. A maior fonte de cálcio que se conhece é o leite e seus derivados, associado à exposição aos raios solres (vitamina D) e exercícios.
Se observarmos atentamente para a vida espiritual de muitos evangélicos (to fora!), o diagnóstico seria o de osteoporose espiritual. A osteoporose provoca falta de firmeza, de segurança, pelo risco da queda.
Dois fatores são importantes observar nesse processo:
1. A alimentação dos novos convertidos. Em muitos casos tais os recém-nascidos espiritualmente não recebem o leite puro, como está escrito: “ DESEJAI ARDENTEMENTE, COMO CRIANÇAS RECÉM-NASCIDAS, O GENUÍNO LEITE ESPIRITUAL, PARA QUE POR ELE, VOS SEJA DADO CRESCIMENTO PARA SALVAÇÃO.” ( 1 Pedro 2.2.).
Ao invés de se alimentarem da Palavra de Deus, o puro leite, estão sendo alimentados com guloseimas que ao invés de nutrir provoca obesidade.
As gerações que foram bem nutridas com o ensino verdadeiro da Palavra de Deus, embora não se tivesse tanto conhecimento teológico como em nossos dias, são homens espiritualmente com estrutura óssea saudável; têm ossos fortalecidos com o tutano, não há porosidade. Isso traz segurança e firmeza espiritual na caminhada com Cristo.
Em nossos dias tem sido oferecido aos bebês espirituais um leite misturado e o resultado é que muitos sequer chegam à maturidade.
2. Em segundo lugar sendo a osteoporose uma doença característica da velhice, há muitos que estão vivendo a velhice espiritual! Isso é um grande perigo; o perigo de ser um crente velho com todas as mazelas inerentes ao envelhecimento.
Não é difícil identificar essa fase na vida de alguém, tendo em vista que a Palavra de Deus nos sinaliza acerca do assunto (Eclesiastes 12). Alguns sintomas são: dias onde o prazer com as coisas do Reino acabou; nada agrada mais; é só descontentamento. A força para o trabalho no Reino acaba (braços trementes); dificuldade para caminhar a carreira que nos está proposta por conta de joelhos enfraquecerem. O apetite diminui; não sente sabor na Palavra, tem fastio. Os lábios se fecham, porque o fervor da juventude se foi. O tempo em que falar de Jesus era prioridade ficou para trás; há sempre uma desculpa para não evangelizar. Ossos descalcificados, porosos! Insegurança em prosseguir e o perigo maior é a queda e com a queda as conseqüências que podem impedir de voltar a caminhar a não ser com a ajuda de algum recurso.
Amados, no que depender de nós evitemos esse mal em nosso homem interior cuidado bem da nossa alimentação espiritual; não negligenciemos a meditação na Palavra enchendo dela o nosso coração para que sejamos nutridos com a melhor fonte de cálcio que há ( Provérbios 4.20 a 22)
Também não descuidemos da exposição aos raios do SOL; Ele, o Sol da justiça, o nosso amado Senhor Jesus! O contato diário com Ele fortalecerá os nossos ossos; é maravilhoso passar tempo com Ele em oração, adorando-O, louvando-O!
Mover-se é muito importante; exercitar-se na piedade como diz a Palavra. De modo nenhum sejamos pessoas imóveis, estáticas no Reino de Deus. Atentemos que a imobilidade leva à inatividade e por conseqüência à inutilidade e todos sabemos o que acontecerá ao servo inútil (Mateus 25.30).
Peço ao meu Senhor que eu seja uma velha crente e nunca uma crente velha! Devemos viver sempre em novidade de vida e temos a promessa de que a nossa “MOCIDADE SE RENOVA COMO A ÁGUIA.”
Concluindo com o texto base: “... O HOMEM INTERIOR SE RENOVA DE DIA EM DIA” até aquele dia em que o nosso corpo corruptível se revestir da incorruptibilidade e aí, nunca mais envelheceremos; osteoporose nunca mais! Aleluia!
MARANATA!

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

E JANEIRO SE FOI...

"ENSINA-NOS A CONTAR OS NOSSOS DIAS..." (Salmo 90.12).

E aí, qual o resultado da conta dos dias de janeiro de dois mil e doze que já se passou?
O que vale a pena se lembrar? O que é necessário esquecer? O que tem que ser repensado?
O que precisa ser refeito antes que os dias de fevereiro se passem? Há coisas que se protelarmos em faze-las, talvez, quando quisermos agir já não resta mais nada a ser feito.
Pensando direitinho como alguém que confessa Jesus como seu Senhor e Salvador:
O tempo com a Palavra aumentou, diminuiu ou permaneceu como em dois mil e onze?
A Palavra tem descido ao nosso coração ou somente está ocupando uma área do nosso cérebro?
Ela tem determinado nosso viver diário? Procuramos ver o que nela está escrito a fim de tomarmos decisões que agradem a Deus? Temos feito dela a base para as nossas conversas?
Sem esquecer de que Jesus disse que "ESTAIS LIMPOS PELA PALAVRA QUE VOS TENHO FALADO."
E o que diz respeito á oração? Maior necessidade de estar em oração? Qual o propósito da oração? E a motivação em orar? A oração é egoísta ou altruísta? O que buscamos em oração é mais de ordem espiritual ou material? É prazeiroso ficar calado deixando o nosso espírito adorar ao Pai? Perdoamos enquanto oramos como nos foi ordenado? Orar é tão natural quanto respirar?
Ah, em janeiro quantas pessoas levamos a Cristo? Ou mesmo a quantos falamos do amor de Deus, anunciando o evangelho?
Nosso nível de comunhão com os irmãos da igreja local aumentou ou diminuiu?
O salário aumentou e o nosso investimento financeiro na obra também aumentou?
E por aí vai meus amados. Estamos ainda no começo do ano e é bom parar para verificar se crescemos ou continuamos na mesmice de sempre como evangélicos (tô fora), apenas frequentando uma igreja para cumpir com a nossa responsabilidade perante os homens.
Despertar e sair da zona de conforto é mais do que urgente! Nada de estar satisfeito com religiosidade, farisaísmo ou mesmo um legalismo hipócrita. Jesus está cada vez mais próximo de vir levar a Sua Noiva, e se não ficarmos ligados quando acordarmos já será tarde demais como aconteceu com as virgens insensatas ( Mateus 25).
Que venha Fevereiro com tudo o que sequer imaginamos, contudo, se estamos em Cristo nada nos abalará!
Ajude-nos o Amigo Espírito Santo a nos movermos colocando o talento que o Senhor nos entregou para produzir outros, para glória de Deus!
Ei, o tempo de menino já passou; a hora é de maturidade espiritual; para com essas atitudes infantis de intrigas por causa de coisas que não levam a nada. Volta para o teu lugar; humilha-te e Deus te exaltará! Não continua a alimentar as mentiras do malígno, mas dá ouvidos à voz do Amigo Espírito Santo; Ele somente Ele está capacitado para nos ajudar em todas as situações.
Relatório diário é fundamental; relatar para o Senhor Jesus e entregar-lhe tudo quanto acontece no nosso dia seja bom ou seja mau, afinal, somos servos e servo tem a obrigação de prestar contas ao seu senhor. O nosso Senhor vai voltar e seremos bem-aventurados se Ele nos encontrar servindo com fidelidade.
MARANATA!