terça-feira, outubro 12, 2021

AMADO E ABANDONADO (J E S U S)

 “...TU ÉS O MEU FILHO AMADO...DEUS MEU, DEUS MEU, POR QUE ME ABANDONASTES?” (Lucas 3.22; Mateus 27.46).


Eu amo Jesus! Ele é o ÚNICO que pode nos entender em todas as situações que passamos neste mundo: ELE PASSOU!
No momento em que Ele foi preso todos os discípulos que Ele amou os deixaram!
Imagine a dor que o meu Mestre sentiu naquele momento em que o Pai O abandonou porque Ele se tornou pecado (2 Coríntios 5.21). Ele não somente levou os nossos pecados amados. Deus o fez pecado por nós, como está escrito “...PARA QUE NELE FÔSSEMOS FEITOS JUSTIÇA DE DEUS.” Aleluia! Glória a Jesus!
Deus não tem comunhão com o pecado, absolutamente!
O Filho amado do Pai, Aquele que lhe dá prazer, Aquele que em todo tempo declarou: “EU E O PAI SOMOS UM. “ (João 10.30); “...QUEM ME VÊ A MIM VÊ O PAI...” (João 14.9); “E AQUELE QUE ME ENVIOU ESTÁ COMIGO, NÃO ME DEIXOU SÓ.” (João 8.29), agora para fazer a vontade do Pai, sente no espirito e na alma o rompimento de uma unidade que existiu deste a eternidade! A dor é inimaginável meus queridos.
Ele sabe melhor que ninguém o que significa ser abandonado; Ele sabe o quanto dói o abandono, especialmente por alguém a quem amamos.
Escrevo como que sentindo a dor de alguma pessoa que lerá esta postagem e está sofrendo com o abandono; o abandono lhe tem trazido amargura, um frio insuportável na alma, uma vontade enorme de desistir de tudo...
Ei, levante a cabeça. Esse momento vai passar; não estás só porque Ele sabe exatamente o que passas e já está trabalhando em teu favor. O Espírito Santo tem intercedido dia e noite por tua vida e não irás perecer! E como está escrito: “A TUA VIDA SERÁ MAIS CLARA QUE O MEIO-DIA; AINDA QUE HAJA TREVAS, SERÃO COMO A MANHÃ.” (Jó 11.17). Louve a Deus e agradeça, porque o momento do abandono se transformará em alegria por Deus ter sido glorificado.
Neste tempo, quanto abandono meus filhinhos! Filhos abandonados; esposas e maridos abandonados, e por aquele com quem vivem em unidade (os dois serão uma só carne); enfermos abandonados sem receberem uma visita sequer; viúvas abandonadas (até mesmo na organização eclesiástica); idosos abandonados em lares ou em instituições geriátricas; líderes influentes na instituição religiosa quando saem da “cadeira” são esquecidos por muitos que antes o tratavam com honra,todos sofrem a mesma dor: a dor do abandono, a gelidez de estar completamente só!
O apóstolo Paulo sofreu essa dor quando escreveu a Timóteo: “...TODOS ME ABANDONARAM...” (2 Timóteo 4.16). O grande apóstolo dos gentios, o plantador de igrejas, o mestre e doutor da lei, agora na velhice, em uma hora difícil de julgamento, ninguém lhe assiste, ninguém foi a seu favor! Ei-lo só, completamente abandonado! Por onde andavam os seus filhos na fé? Os seus amigos e companheiros de jugo? 
Precisamos estar preparados para que ao enfrentarmos esse momento, agir como o apóstolo: “ ...QUE ISTO NÃO LHES SEJA POSTO EM CONTA!.” (2 Timóteo 4.16). Perdoar!
Ele, JESUS, passou aquela hora sozinho, para que nós fôssemos ajudados por Ele que experimentou de modo profundo, mas venceu, fez a vontade do Pai, cumpriu a missão para qual foi enviado e hoje está assentado à destra da Majestade nas alturas, de onde virá e levará para Si mesmo aqueles que apesar do abandono permaneceram nEle e são fiéis !
MARANATA!

sexta-feira, outubro 08, 2021

CASA UM. CASA DOIS.

 


“ A GLÓRIA DA ÚLTIMA CASA SERÁ MAIOR DO QUE A PRIMEIRA... A QUAL CASA SOMOS NÓS...(Ageu 2.9; Hebreus 3.6).

O Criador de todas as coisas, Aquele fez tudo com a Palavra, exceto o homem e a mulher. 
A primeira “casa” (corpo do homem), foi formada do pó da terra (não barro - Gênesis 2.7), e, por causa do pecado foi sentenciada a tornar ao pó! 
Contudo, no plano divino através dos séculos, na plenitude dos tempos “...DEUS ENVIOU SEU FILHO, NASCIDO DE MULHER...” (Gálatas 4.4) e isso foi o começo da nossa redenção, aleluia!
Ele, Jesus, viveu neste mundo em uma “casa” sujeita a todas as dificuldades que um ser humano pode vivenciar. Ele viveu como um de nós. Sua “casa” sofreu fome, sede, cansaço, dores, morte, enfim... Detalhe: passou por tudo sem pecar! Glória a Jesus!
Sua vitória na ressurreição nos deu a chance de por causa do Seu sacrifício vicário termos direito de nos tornarmos filhos de Deus! 
Todos quantos estão nEle têm a esperança de um dia que está próximo, receber uma nova “casa” bem diferente da primeira! Como está escrito: “...SE A NOSSA CASA TERRESTRE DESTE TABERNÁCULO SE DESFIZER, TEMOS DA PARTE DE DEUS UM EDIFÍCIO, CASA NÃO FEITA POR MÃOS, ETERNA, NOS CÉUS.”(2 Coríntios 5.1).
A segunda casa nem de longe pode ser comparada com a primeira. Senão, vejamos:
A primeira foi feita do pó, material, terrestre;a segunda é espiritual.
A primeira está sujeita ao pecado; a segunda o pecado jamais poderá penetrar.
A primeira é mortal; a segunda tem a imortalidade.
A primeira é corruptível; a segunda é incorruptível.
A primeira trouxe a imagem do terreno (Adão); a segunda terá a imagem do celestial (Jesus).
A primeira tem limitações; a segunda é ilimitada, eterna!
A primeira é imperfeita; a segunda é perfeita, semelhante a do Senhor Jesus!
Enquanto nesta “casa” devemos cuidar dela o melhor que pudermos, pois, com todas as peculiaridades negativas o Espírito Santo faz em nós morada, o nosso corpo (casa) é santuário dEle, aleluia! (1 Coríntios 6.19).
Vejamos que a Palavra afirma que já temos uma habitação (casa) celestial, eterna, Deus seja louvado!
Portanto, não temos que nos preocupar com essa “casa”quando ela envelhece (HOJE É O DIA DO IDOSO!).
Ao invés disso, devemos nos alegrar na esperança de que muito breve seremos revestidos da nova casa, onde a glória de Deus permanecerá nela, glória a Jesus!
Façamos como Jesus que como está escrito “...EM TROCA DA ALEGRIA QUE LHE ESTAVA PROPOSTA, SUPORTOU A CRUZ, NÃO FAZENDO CASO DA IGNOMÍNIA, E ESTÁ ASSENTADO À DESTRA DO TRONO DE DEUS.” (Hebreus 12.2).
Quando estivermos na segunda “casa” iremos dizer: “TRAGADA FOI A MORTE PELA VITÓRIA” 
MARANATA!








Enviado do meu iPad

sábado, outubro 02, 2021

SIMPLESMENTE SEMEAR

“ SEMEIA PELA MANHÃ A TUA SEMENTE E À TARDE NÃO REPOUSES A MÃO...” (Eclesiastes 11.6).

Disse Jesus: “EIS QUE SAIU O SEMEADOR A SEMEAR.” (Marcos 4.3).

Semear é diferente de plantar. Enquanto o que semeia lança as sementes na terra à esmo, o que planta precisa cavar para depois meter a semente.
O semeador não tem compromisso nem tampouco responsabilidade se a terra não frutificar a semente recebida.
É da responsabilidade dele estar disposto a fazer o trabalho, portanto, o preguiçoso não se identifica a proposta; o trabalho é duro!
Também, precisa ter uma sacola, um bornal, onde as sementes serão colocadas, para que sejam jogadas na terra.
Os discípulos de Cristo devem se colocarem à disposição do Senhor da seara para esse importante trabalho no Reino.
A semeadura é feita enquanto anda, fora de quatro paredes e não dentro de templos. Lançar a semente na terra não quer dizer convidar pecadores para assistir o culto simplesmente, mas, onde eles estão.
O Mestre andava por aldeias e povoados ensinando, pregando, e curando enfermos. Não encontramos registro bíblico de que Ele convidava o povo que O seguia para irem à sinagoga onde haveria de estar, segundo o costume da lei.
Há muitos que reclamam da dureza do coração dos seus parentes, amigos, vizinhos, pois ao serem convidados para ir ao templo recusam o convite.
Imagine que muitos que se dizem evangélicos apresentam desculpas para não frequentarem os trabalhos da igreja local, e aqueles que não conhecem a verdade?
É fundamental levarmos as pessoas a Cristo através da oração (tirar a pedra), e depois levar a mensagem de Cristo para que elas ouçam, obedeçam (saiam do reino da morte), e venham para a luz, uma vez que já receberam a Vida pela Palavra de Jesus!
Ano 2021; duzentos e setenta e quatro dias, seis mil, quinhentos e setenta e seis horas, trezentos e noventa e quatro mil, quinhentos e sessenta minutos já se passaram até o momento em que escrevo, aproximadamente. Para quantas pessoas falamos de Jesus? Quantas sementes espalhamos?
O que temos feito com todo esse tempo que não volta mais?
Temos aproveitado as oportunidades para semear? A Palavra nos manda aproveitar as oportunidades(Colossenses 4.5).
Jesus já nos deu a semente - a Palavra ( João 17.14; Marcos 4.14). Agora, temos que nos encher dela e, enquanto andamos a espalhamos não terra: os corações dos que nos ouvem. 
Para profetizar o profeta Ezequiel obedeceu à voz do Senhor quando mandou que ele enchesse as entranhas do rolo (palavra). Assim, quanto mais temos semente conosco, mais poderemos lançar.
Por onde passamos vai sair da nossa boca aquilo que está enchendo o nosso coração (Lucas 6.45).
Não importa aonde irá cair, mas com certeza algum resultado virá. Não precisamos ficar ansiosos para ver o resultado; isso não é da nossa alçada.
Infelizmente temos o mau hábito de fazer cobranças quanto ao resultado do trabalho, principalmente do próximo o que pode estimular o vírus luciferiano, manifestado pela inveja e competitividade.
O Amigo me falou que nessa pandemia a colheita de vidas está muito grande, pois muitos que receberam a semente, ao se verem em situação sem solução para viver, a semente germina, são convencidos pelo Espírito Santo a se arrependerem dos seus pecados, invocarem o Nome do Senhor e partem desse mundo com Jesus! Aleluia! 
Por isso não devemos julgar esse ou aquele que partiu, porque não frequentou um templo.Jesus disse que todo aquele que for a Ele, de maneira nenhuma Ele lançará fora, glória a Jesus!
Semeemos amados meus e com certeza no Dia do Senhor nos alegraremos com o resultado para glória de Deus!
MARANATA!




Enviado do meu iPad

sexta-feira, setembro 24, 2021

AS VITÓRIAS. A VITÓRIA!



“MAS GRAÇAS A DEUS QUE NOS DÁ A VITÓRIA, POR NOSSO SENHOR JESUS CRISTO.” (1 Coríntios 15.57)

Desde antes temos observado como os evangélicos em geral vivem constantemente em busca de vitórias.
Na verdade, todo ser humano corre atrás de alcançar vitórias. Na linguagem da humanidade o sucesso tem a ver somente com as vitórias que conquistamos.
Por isso, somos estimulados, encorajados, empurrados desde crianças para conquistar vitórias, nos tornando assim competidores em tudo o que fazemos. Temos que obter vitórias ainda que atropelando outros, humilhando, mentindo, não importa o meio, mas o troféu!
O vírus luciferiano não permite que admitamos as derrotas, os fracassos, como se essas coisas não fizessem parte da vida neste mundo.
Conseguir tudo o que queremos não significa vivermos vitoriosamente. As derrotas, os fracassos nos fazem crescer, amadurecer, aprender humildade, enfim.
Precisamos vencer, sim, ser vitoriosos sem dúvida alguma, porém, essa não deve ser a preocupação daqueles que fazem parte da Noiva do Cordeiro.
Devemos ter cuidado para não viver ansiosamente em busca de vitórias materiais, sem priorizar a verdadeira VITÓRIA.
Todos quantos estão em Cristo Jesus são MAIS DO QUE VENCEDORES, já são vitoriosos nEle, aleluia! (Romanos 8.37). O texto que destacamos acima nos afirma que “DEUS NOS DÁ A VITÓRIA POR JESUS”. 
Já temos a VITÓRIA, glória a Jesus! Cada dia vivido em Cristo podemos comemorar Vitória, embora que tenhamos sofrido uma derrota em algo deste mundo. Por isso, não devemos aparecer como fracassados, jamais! 
Não nos deixemos levar por mentiras do enganador, quando nos diz que Deus não está interessado em nos ajudar, se perdermos uma batalha; perder uma batalha não significa perder a guerra!
Prossigamos para o alvo, para o prêmio da soberana vocação em Cristo (Filipenses 3.14); corramos com perseverança a carreira, olhando para Jesus (Hebreus 12.2).
Tiremos o nosso foco das vitórias e coloquemos na VITÓRIA que todos os dias recebemos de Deus através de Cristo.
De que adianta conquistar tudo aqui, sem contudo participar do Grande DIA DA VITÓRIA? Aquele dia em que se cumprirá a palavra que está escrita: “...TRAGADA FOI A MORTE PELA VITÓRIA.” (1 Coríntios 15.54).
No grande dia da VITÓRIA todos os que estão em Cristo (eu escrevi: estão em Cristo, não os evangélicos, cristãos, etc), receberão um pedrinha branca (absolvição completa) e nela escrito o nosso novo nome, nome esse que ninguém vai conhecer somente o que receber a pedrinha; é avgi individual, particular exclusivo para quem vencer, aleluia!
Só de imaginar esse momento nossa alma se enche de gozo, porque, como está escrito: “NEM OLHOS VIRAM, NEM OUVIDOS OUVIRAM, NEM JAMAIS PENETROU EM CORAÇÃO HUMANO O QUE DEUS TEM PREPARADO PARA AQUELES QUE O AMAM.” (1 Coríntios 2.9).
MARANATA!



Enviado do meu iPad

quarta-feira, setembro 15, 2021

DESESPERO QUE TROUXE VIDA

DESESPERO QUE TROUXE VIDA


“...QUIS MATAR-SE...NÃO TE FAÇAS NENHUM MAL...” (Atos 16.27.28).

O precioso Amigo Espírito Santo nos trouxe esse texto específico para alguém em especial.
Todos quantos leem as escrituras, o Novo Testamento, conhecem a história do carcereiro de Filipos.
Este personagem bíblico ocupava um cargo de total confiança naquela cidade: estavam em seu poder todas as chaves das celas onde os prisioneiros estavam. Portanto,era ele o principal responsável pela segurança dos tais. Se um dos presos fugisse seria ele, o carcereiro, quem teria de pagar pelo fato.
Naquela noite, ele dormia tranquilamente quando é despertado por um barulho estranho. O que estava acontecendo era na verdade um terremoto! E que terremoto!
Sacudiu os alicerces da prisão, abriram-se as portas e todos os presos foram libertos das cadeias que os prendiam. Impressionante! 
O que o carcereiro (anônimo) não sabia, era que entre os presos estavam dois homens que eram servos do Deus Altíssimo! Aleluia!
O Deus de quem eles eram e a quem serviam era o Todo Poderoso, glória a Jesus! O poder que sacudiu a terra deteve em seu lugar todos quantos ali estavam. Ninguém fugiu!
Para o carcereiro só restava um saída: morrer! Ele sabia que a pena para ele seria a morte, por isso melhor seria adiantar as coisas.
Entretanto, o propósito de Deus estava firme em relação a ele e também a sua família: SALVAÇÃO!
No desespero, ele escuta uma voz: “NÃO TE FAÇAS NEHUM MAL, QUE TODOS AQUI ESTAMOS!” Que alívio!
A pergunta que mudou a sua história: “QUE É NECESSÁRIO QUE EU FAÇA PARA ME SALVAR?” (Atos 16.30)
“...CRÊ NO SENHOR JESUS CRISTO, E SERÁS SALVO TU E A TUA CASA.” (Atos 16.31).
Ei, seu desespero é igual ou maior do que a do carcereiro de Filipos? Olha para todas as direções em não vê uma saída? 
A única solução plausível é se suicidar? Pare! Esse plano vai destruir não somente a sua vida física, mas também a vida espiritual, bem como desgraçar toda a sua família. Seu desespero não é maior do que o poder dAquele que deu a vida para que vivamos - JESUS!
Esse momento é para prostrar-se como fez o carcereiro e perguntar o que farei? O Amigo tem uma resposta que vai lhe tirar dessa angústia, desse desespero, trazer esperança, abrindo as portas para que tudo volte à paz e tranquilidade.
Há saída sim, chegou a hora de CRÊ! 
Há várias maneiras de precipitarmos nossa morte, não somente pelo suicídio. Quando nos deixamos dominar por emoções negativas, por sentimentos maus, entramos em processo de morte, e aos poucos vamos sucumbindo diante da tristeza, da amargura, da angústia, enfim...
Daí, nossa imunidade vai baixando a ponto de ficarmos susceptíveis a todo tipo de vírus e bactérias; abrimos a porta para doenças degenerativas e incuráveis e desse modo, somos vencidos por aquele cuja função é matar.
A situação que provocou tamanho desespero no carcereiro a ponto de tentar tirar-lhe a vida, foi a mesma que o Senhor Jesus usou para que através da fé nEle, o homem recebesse a vida eterna, a vida abundante, aleluia!
O que está acontecendo na sua vida tem um propósito específico: lhe tirar da situação espiritual que tens vivido e te levar para Aquele que tem a verdadeira vida, pois Ele é a VIDA - JESUS!
A atitude de rendição à vontade de Deus fará com que a solução chegue imediatamente, tal qual chegou para Agar
no deserto; a fonte estava na sua frente, aleluia!
“NÃO TE FAÇAS MAL, TÃO SOMENTE CRÊ!”
MARANATA 


quinta-feira, setembro 09, 2021

ELE ME FAZ REPOUSAR...

 

“ ELE ME FAZ REPOUSAR EM PASTOS VERDEJANTES...” (Salmos 23.2)


No momento em que o mundo se encontra em uma situação descrita pelo Senhor Jesus como “perplexidade das nações”,
urge repensarmos nossa posição de ovelha de Cristo.
Na face das pessoa há como que um ar de preocupação, de insegurança, de medo, enfim de incertezas...
Isso tem contribuído para que a imunidade diminua, e assim as pessoas ficam mais suscetíveis à doenças provocadas por vírus e bactérias, principalmente.
Contudo, há um grupo de pessoas que, segundo Jesus, são classificadas como Suas ovelhas e para elas a situação é totalmente diferente! Elas não se deixam dominar pelas preocupações, medo, insegurança, incertezas... elas sabem muito bem a quem pertencem, que o Senhor que as comprou é também o melhor Pastor que elas poderiam ter. Ele cuida de todos os detalhes para que elas vivam felizes e alegres, aleluia!
Quem de nós não recorda momentos em que uma mãe, ou um pai, ou uma avó, carinhosamente pega o seu filho pequeno e o leva para repousar. Quem cuida com amor de uma criança, percebe quando a mesma encontra-se cansada, que precisa descansar, e age levando-a para o lugar em que ela poderá repousar tranquilamente.
O nosso Pastor, aliás, como Ele mesmo se declara “ EU SOU O BOM PASTOR.” (João 10.10), tem um lugar especial para levar Sua ovelha ao descanso: pastos verdejantes! (Usem sua imaginação meus queridos).
Agora, esse lugar maravilhoso para onde o Pastor Jesus leva a ovelha é um lugar específico: só desfruta do descanso quem é ovelha (ei, não simplesmente evangélico, cristão, crente), O V E L H A! A grande diferença está aí!
Outro detalhe é que mesmo sendo ovelha preciso se deixar deixar levar por ELE! 
Lembra que só se deixa levar sem resistir é a criança? Alguém completamente dependente de quem dela cuida?
DEPENDÊNCIA. Somente quem se reconhece dependente é capaz de se deixar levar! 
O vírus luciferiano entra em ação nas nossas vidas fazendo com que nos consideremos capazes de dirigir nosso caminho. Muitas vezes quando o Bom Pastor nos quer levar, esperneamos, resistirmos, questionamos. Orgulho! A necessidade de assumir o controle pleno de todas as coisas.
Quando não nos deixamos levar por Ele, corremos o risco de nos afastarmos e irmos parar em lugares que nos trarão mais cansaço, mais perturbação, sem ter condições de retornar ao rebanho! 
Em nome de Jesus para com essa teimosia de ovelha velha! Precisamos nos converter e nos tornar como crianças, como disse Jesus se quisermos entrar no Reino dos céus (Mateus 18.4).
O lugar da ovelha é sob a vista do Pastor, debaixo da Sua vontade, submissa ao que Ele quiser fazer na hora oportuna.
Há um lugar de pastos verdejantes para você descansar; enquanto descansa Ele refrigera a sua alma desanimada, cansada, desesperançada, estressada. 
Sem que Ele nos leve jamais encontraremos um lugar assim; toda tentativa será inútil. Podemos até sentir alívio, porém, descanso, somente Ele conhece o lugar para cada ovelha, segundo a necessidade “EU SOU O BOM PASTOR; CONHEÇO AS MINHAS OVELHAS, E ELAS ME CONHECEM A MIM.” (João 10.14). Glória a Jesus!
Um dia que não está longe, o SUMO PASTOR aparecerá e levará para Si mesmo as ovelhas que comprou e pagou com Sua vida, Seu sangue, como Sua Noiva amada, e viverão juntos a felicidade eterna.


Enviado do meu iPad

sábado, agosto 28, 2021

Uma Arma Letal

 

UMA ARMA LETAL


“CONFESSAI AS VOSSAS CULPAS UNS AOS OUTROS, E ORAI UNS PELOS OUTROS PARA QUE SAREIS...” (Tiago 5.16).

No nosso trabalho com família nesses trinta anos, temos observado o quanto esta arma tem prejudicado os relacionamentos familiares, trazendo doenças incuráveis até.
A culpa vem como consequência do pecado, da desobediência a Deus, a Sua Palavra, sendo ela própria, também, pecado por ser uma manifestação do vírus luciferiano do orgulho.
Sabemos pela Palavra de Deus que “SE CONFESSARMOS OS NOSSOS PECADOS, ELE É FIEL E JUSTO PARA NOS PERDOAR OS PECADOS E NOS PURIFICAR DE TODA INJUSTIÇA.” (1 João 1.9).
A Palavra nos garante que “...NÃO ME LEMBRAREI MAIS DOS SEUS PECADOS E DAS SUAS INIQUIDADES.” (Hebreus 8.12;10.17)
Mesmo sabendo destas verdades das escrituras, por que não acreditamos no perdão de Deus e continuamos alimentando a culpa do pecado cometido? 
Na verdade, o vírus luciferiano entra em ação. Pelo fato de não aceitar o perdão de Deus, assumimos uma posição acima de Deus, preferindo acreditar na mentira do adversário.
Esse assunto é tão sério que na antiga aliança Deus estabeleceu a oferta pela culpa( Levítico 5.7; 6.6 e outros).
Quando somos dominados pela culpa adoecemos emocionalmente, o que acaba por adoecer o corpo, além do que nos afasta da comunhão com Deus.
Temos ouvido pessoas dominadas pela culpa que sequer conseguem orar, porque quando se dirigem a Deus, imediatamente a culpa se apresenta. 
Essa arma terrível vai obstruindo a fonte de águas vivas, e por conseguinte, os rios de águas vivas param de fluir dentro de nós! A pessoa já não ora em línguas, não ouve a voz do Amigo Espírito Santo, e vai se afundando na depressão espiritual, emocional e patológica, muitas vezes (nós somos exemplo vivo dessa situação; vivemos exatamente isso).
A Palavra de Deus nos dá a receita: Tiago 5.16, glória a Deus!
Já parou para pensar sobre o quanto somos desobedientes a essa ordem do Espírito Santo? Está escrito: CONFESSAI. Gente, isso não é simplesmente uma sugestão por isso quando desobedecemos, pecamos.
A Palavra de Deus não nos manda confessar a uma só pessoa, mas uns aos outros. Veja que o fato de confessar e orar uns pelos outros traz cura, aleluia!
Amados, já basta tanto tempo aprisionados pelo nosso inimigo em relação a sermos corroídos pelo sentimento de culpa. Jesus cancelou o escrito de dívida que era contra nós; removeu-o inteiramente, encravando-0 na cruz (Colossenses 2.14) glória a Jesus!
Alegremo-nos meus filhinhos, porque “NENHUMA CONDENAÇÃO HÁ PARA OS QUE ESTÃO EM CRISTO JESUS.” (Romanos 8.1) aleluia!
Ainda é tempo de viver a liberdade para a qual Cristo nos libertou (Gálatas 5.1) e “...ONDE ESTÁ O ESPÍRITO DO SENHOR, AÍ HÁ LIBERDADE.” (2 Coríntios 3.17).
Faça a receita e seja sarado, em nome de Jesus. Dou Glória ao Senhor porque o Amigo tem alguém a quem eu confesso as minhas culpas, e assim, com liberdade de alma posso viver vida de louvor, uma das condições para sermos cheios do Espírito.
Nosso coração precisa ser confirmado em santidade, “ISENTO DE CULPA, NA PRESENÇA DE DEUS E PAI, NA VINDA DE NOSSO SENHOR JESUS , COM TODOS OS SEUS SANTOS.” (1 Tessalonicenses 3.13)
MARANATA!


Enviado do meu iPad