terça-feira, agosto 03, 2021

AS LIÇÕES QUE O PAI JESSÉ NOS DÁ

 


“ ...FILHO DE TEU SERVO JESSÉ...” (1 Samuel 17.58).

O nome deste pai é mencionado na Bíblia cerca de quarenta e quatro vezes, mais do que o nome do guerreiro Gideão!
O profeta Isaías fez referência a Jesus como sendo a raiz de Jessé, “ DO TRONCO DE JESSÉ SAIRÁ UM REBENTO...NAQUELE DIA , RECORRERÃO AS NAÇÕES À RAIZ DE JESSÉ QUE ESTÁ POSTA POR ESTANDARTE DOS POVOS...(Isaías 11.1,10). Lindo!
Deus destaca-o como o pai do único homem a quem Ele achou: “ ...ACHEI DAVI, FILHO DE JESSÉ, HOMEM SEGUNDO O MEU CORAÇÃO...” (Atos 13.22).
Era ele filho de Obede, cujo nome significa “servo”. Observe a herança: Jesse era servo!
Quando Saul perguntou a Davi depois que matara o gigante de quem ele era filho, sem hesitar respondeu: “FILHO DE TEU SERVO JESSÉ, BELEMITA.” ( Samuel 17.58).
O Espírito Santo deixou registrado várias vezes nas Escrituras a frase: “DAVI, FILHO DE JESSÉ” . 
Portanto, Jessé foi um pai honrado por Deus!
Ele nos ensina a ser submisso às autoridades constituídas por Deus (Romanos 13). Mesmo sendo Saul um líder orgulhoso e rejeitado por Deus, Davi aprendeu a honrá-lo, a respeitá-lo como ungido do Senhor, e mesmo sendo por ele perseguido a ponto de tentar matá-lo, Davi teme em tocar no ungido do Senhor (ungido, porém sem comunhão com Deus, 
PERIGO!).
Pais devem ser exemplo de sujeição às autoridades mesmo sem concordar com o comportamento delas, não falar mal, para que os filhos não sigam esse exemplo de insubmissão que vai acabar refletindo dentro da família (Atos 23.5).
Jessé foi um pai que enviou provisões aos seus filhos que estavam na guerra contra os filisteus (1 Samuel 17.17), e também para aqueles que estavam no comando da batalha (1 Sam17.18). Que grande lição!
Pais precisam saber como os filhos estão vivendo as batalhas diárias, na guerra contra as trevas deste mundo, e ter cuidado de prover o necessário para eles se alimentarem, não somente do ponto de vista físico (o que já é normal), mas e principalmente na vida espiritual deles.
Para isso o pai deve estar com o coração cheio do Pão Vivo - Jesus, a Palavra de Deus, para que dela possa falar assentado em sua casa, andando pelo caminho, deitando-se e levantando-se, visto que a boca fala daquilo que está cheio o coração (Deuteronômio 6.6.7; Lucas 6.45). Coração cheio de futebol o assunto é futebol; política, violência...
Pai que porventura leia esta postagem, que tipo de provisão tens preparado para os teus filhos que enfrentam na escola as diferentes doutrinas contrárias aos princípios da Palavra de Deus? Estão eles preparados para sofrer por amor a Cristo e não negar a fé? 
Filhos são flechas e como tais precisam ser trabalhadas para serem usadas na hora da necessidade. Aqueles que as sabem trabalhar não serão envergonhados quando pleitear com seus inimigos (Salmo 127.4.5).
Jessé é mencionado no texto das últimas palavras de Davi: “...PALAVRAS DE DAVI, FILHO DE JESSÉ, PALAVRA DO HOMEM QUE FOI EXALTADO, DO UNGIDO DO DEUS DE JACÓ, DO MAVIOSO SALMISTA DE ISRAEL.” (2 Samuel 23.1). Glória a Deus!
MARANATA!

quarta-feira, julho 28, 2021

TENHO DUAS CASAS QUE NÃO COMPREI

 

“...QUANDO FOR DESTRUÍDA ESSA BARRACA EM QUE VIVEMOS, QUE É O NOSSO CORPO AQUI NA TERRA, DEUS NOS DARÁ PARA VIVERMOS NELA UMA CASA NO CÉU...AQUELA CASA SERÁ O NOSSO CORPO CELESTIAL...

(2 Coríntios 5.1,2 - NTLH).

 

Achei legal a expressão “barraca” para o nosso corpo físico, porque na verdade, é uma casa feita de pó (mais frágil que uma barraca). Somos tão frágeis que um pequenino vírus, invisível a olho humano nos deita abaixo! E ainda tem quem se ache...

Bem, o que o Amigo me levou a pensar é que tanto a casa física (corpo do pecado),quanto a habitação espiritual nada fizemos para adquirir.

Há quem diga: sou tão pobre que nem uma casa tenho para morar! Isso não é verdade. Se for um salvo em Cristo tem duas, uma na terra e outra no céu!

Essas duas são muitas vezes mais preciosas do que qualquer mansão na terra. As casas da terra são feitas por homens, as nossas foram feitas por Deus! (Por que você não aproveita o momento para agradecer as casas que tem sem que gastasse um centavo por elas?)

O apóstolo Pedro foi avisado de que iria deixar a “casa” (2 Pedro 1.14), que ele chama “tabernáculo”. Um dia todos teremos que desocupar a casa mortal para sermos revestidos da habitação (casa) celestial, aleluia!

Devemos cuidar da “barraca” principalmente porque quem nela habita é Deus (João 14.23), portanto, não temos o direito de destruir o templo do Espírito Santo, sequer com excesso de comida (glutonarias). 

Tampouco podemos deixar entrar na casa seja lá o que for sem que o Dono permita. Cuidado, amados! Muitos estão pagando uma fatura pesada por não respeitar a lei do inquilinato (nada fazer na casa sem quero Dono seja consultado e dê permissão). 

Depois, quando a fatura chega ficamos a questionar: o,que eu fiz? Qual foi o meu pecado? Sempre lembrar de Lamentações 3.39. Deus não é injusto meus queridos.

A nossa casa celestial está pronta! Só que não é como muitos pensam e até cantam sobre a casa como se ela seja igual a uma casa terrena. E há até os que esperam morar em uma mansão ou palácio... 

Tal pensamento é um estímulo ao vírus luciferiano do orgulho, pois muitos começam a trabalhar para o Senhor com a finalidade de ter uma mansão no céu, misericórdia! A casa do Pai não tem lugar para competição, tipo, a casa de fulano é melhor que a minha, jamais! Até porque Jesus não prometeu casa, mas um lugar nas moradas da casa do Pai (João 14.2).

Para ocupar o lugar na casa do Pai precisamos estar revestidos da nossa habitação celestial, assim, SÓ IRÁ MORAR NA CASA DO PAI QUEM JÁ FOR CASA DELE AQUI!

Nosso homem espiritual deve estar saudável, sem ser dominado pelo pecado, mas debaixo do domínio da graça.

Cuidado com a corrupção que nos assedia diariamente com o objetivo de nos afastar da comunhão com Deus, e sermos encontrados nus quando a trombeta tocar (2 Coríntios 5.3).

Todos quantos estão em Cristo serão revestidos da casa celestial e isso não depende de nós, mas tão somente da graça, glória a Deus! Nunca poderemos nos manter fiéis e sem mácula para o Di da colação de grau se não,estivermos no Amado!

Meus amados e queridos leitores dependamos em gênero, número e grau da maravilhosa graça de Jesus e não procuremos nos justificar através de obras, vivendo uma vida de envolvimento com o reino, sem momentos preciosos com o Senhor do Reino. Rejeitemos toda ideia de sermos servos impelidos, a correr sem tempo para descansar, tempo para a família, tempo com a Palavra, enfim...

A casa (homem terrestre), se degenera, mas a casa (homem espiritual) se renova dia após dia (2 Coríntios 4.16).

A habitação celestial é imortal e incorruptível! Não abandonemos, pois, a esperança (Hebreus 10.35).

MARANATA!

 

quarta-feira, julho 21, 2021

A SERVA DO SENHOR

“ENTÃO, DISSE MARIA: AQUI ESTÁ A SERVA DO SENHOR; QUE SE CUMPRA EM MIM CONFORME A TUA PALAVRA...” (Lucas1.38).

 

Meus queridos, como é interessante observar as pessoas recitarem com muito fervor Lucas 1.37. É uma das referências bíblicas que ouvimos muito no meio dos evangélicos, porém, a escritura a seguir (versículo trinta e oito), não é assim tão comum ser mencionado.

Todos queremos a ação de Deus nas coisas impossíveis, mas ter atitude de servo...

Esta jovem achou graça diante de Deus ponto. Não há registro de que ela tenha feito alguma coisa para isso. Ele simplesmente olhou e a contemplou, lá na cidade de Nazaré, um lugar onde as pessoas não eram bem vistas (lembra da colocação de Natanael?).

Ao receber a visita do anjo Gabriel e ouvir toda a mensagem que ele trouxera, não pensou nas consequências que iria enfrentar, no risco de ser apedrejada para que a lei se cumprisse (Deuteronômio 22.20,21), ela declara a sua posição de serva do Senhor, disponível para que a palavra dEle se cumprisse na sua vida! 

Humildade, submissão, atitudes indispensáveis a quem é servo!

Segundo as palavras de Isabel, sua prima, ela não agiu com incredulidade, mas creu na mensagem enviada por Deus (Lucas 1. 45). O verdadeiro servo crê na palavra do seu Senhor. 

Como serva ela abre sua boca em um cântico engrandecendo o seu Senhor (Lucas 1.46-55).

No seu cântico ela destaca que Ele é Poderoso, que o Seu nome é Santo; faz menção da Sua misericórdia, do Seu poder, da,Sua generosidade e da Sua fidelidade, aleluia!

Aquela serva foi usada como instrumento para trazer ao mundo o Salvador! 

Amados, que o Pai das luzes nos avalie como servos, servos: submissos a Sua vontade, humildes, crentes, cuja alegria nos faz cantar louvores ao Altíssimo!

Que servo sou eu?

MARANATA!



Enviado do meu iPad

 

segunda-feira, julho 12, 2021

CONDUZIDOS EM TRIUNFO



Amados, mais uma vez a Palavra nos revela a importância do estar em Cristo: ser conduzido em triunfo por Deus! O que ainda queremos? Detalhe: é uma afirmação glória a Deus.

Pense um pouco: nós pecadores por desobediência a Deus, ser exaltado sendo levados como vitoriosos por esse Deus Santo, Todo Poderoso, o Criador dos céus e da terra? Isso só é possível porque o Verbo se fez carne, o Emanuel viveu como um de nós, sofreu nossas dores, como nós foi tentado em tudo e não pecou!

Se vivermos em Cristo somos conduzidos como vencedores sobre a carne, sobre o mundo, sobre a morte, sobre o maligno, aleluia! Não depende de nós mas sim da ação poderosa de Deus! Aleluia!

Conduzidos em triunfo por Deus temos condições de viver “COMO DESCONHECIDOS E, ENTRETANTO, BEM CONHECIDOS; COMO SE ESTIVÉSSEMOS MORRENDO E, CONTUDO, EIS QUE VIVEMOS; COMO CASTIGADOS, PORÉM NÃO MORTOS; ENTRISTECIDOS, MAS SEMPRE ALEGRE; POBRES, MAS ENRIQUECENDO A MUITOS; NADA TENDO, MAS POSSUINDO TUDO.” (2 Coríntios 6.9).

Amados, não aceitemos as mensagens que nos trazem sentimentos de fracasso, derrota, jamais! 

Agarremos-nos às eternas verdades da Palavra de Deus. Ainda que passemos momentos de nos sentirmos derrotados, não nos deixemos abater, mas imediatamente lancemos mão da Palavra de Deus e de pronto receberemos a fé necessária para nos mantermos em posição de vitória, pois afinal estamos em Cristo e nEle somos mais que vencedores, aleluia!

Cada dia nos firmemos nas escrituras e pensemos ou até mesmo devemos declarar: este é mais um dia em que Deus me conduzirá em triunfo, porque eu estou em Cristo!

Aconteça que acontecer somos conduzidos em triunfo; quem falou não mente, Sua Palavra é fiel!

E quando a trombeta tocar a IGREJA, o CORPO DE CRISTO do qual somos membros, entrará triunfante nos lugares celestiais, onde já estamos assentados com Ele, Glória a Jesus!

MARANATA!

domingo, julho 04, 2021

ALIMENTANDO-SE PARA ALIMENTAR

“...DAI-LHES VÓS MESMOS DE COMER.”(Lucas 9.13)

 

Ouvimos muito se dizer: as multidões estão famintas de Deus! Na verdade, o profeta já falou: “EIS QUE VÊM DIAS, DIZ O SENHOR DEUS, EM QUE ENVIAREI FOME SOBRE A TERRA, NÃO DE PÃO, NEM SEDE DE ÁGUA, MAS DE OUVIR AS PALAVRAS DO SENHOR.” (Amós 8.11).

Podemos afirmar que estamos a viver esse tempo meus amados. Infelizmente, mesmo no meio evangélico está em falta as palavras do Senhor, como aconteceu em Belém, que significa “casa de pão “ , no tempo dos juízes faltou pão em Belém (Rute 1.1).

Aqueles que dependem de ouvir as palavras do Senhor na casa do Senhor, muitas vezes chegam famintos e saem sedentos; chegam vazios e saem cheios de dúvidas!

Uma mulher que não se alimenta bem não tem como alimentar bem o seu bebê.

O que podemos observar é um diagnóstico de inanição ou mesmo desnutrição espiritual. Há contudo, também, casos de obesidade e diabetes espiritual (aqueles que se alimentam basicamente de doces e guloseimas e não da verdadeira comida que irá nutri-los).

Há reuniões que é servido para quem as assistem bolos, doces, chocolates: profecias que prometem bençãos materiais; promessas da Palavra sem que seja necessário obediência, e dificilmente confronto do pecado, ordem para o arrependimento e conversão.

Já existem pessoas que ao invés de pregar a Palavra, pregam sobre livros que leem, sobre filmes, e outras coisas.

E por que não lembrar de que o tempo de serviço na casa do Senhor em muitos lugares é tomado em maior proporção do que o que se dedica à pregação da Palavra genuinamente inspirada pelo Amigo Espírito Santo e não plagiada da net.

Se nos alimentarmos de Jesus do mesmo modo como nos alimentamos fisicamente certamente seremos cheios dEle e da Palavra, para que quando alguma pessoa nos procurar pedindo comida, ao abrir da nossa boca saia pão quente, molhado com o Azeite espiritual!

Pode até acontecer de nossa farinha e nosso azeite mesmo em pequena quantidade, alimentar profeta faminto! (1 Reis 18). Glória a Deus!

Precisamos de boa reserva de alimento pois não sabemos se o tempo da escassez nos alcançará. Guardemos, pois, a Palavra meus queridos, armazenemos o mais que pudermos aproveitando o tempo da fartura quando temos o exemplar bíblico em nossas mãos; Ele poderá ser tirado de nós!

A Noiva do Cordeiro, a Igreja tem pão e tem água em abundância (rios de água viva!), para dar de comer e de beber a qualquer que tiver necessidade espiritual.

A propósito, a quantos o leitor alimentou nos últimos seis meses? Para pensar.

MARANATA!

O que nos tem alimentado? Do que temos sido nutridos espiritualmente? 

Disse Jesus: “...QUEM DE MIM SE ALIMENTA POR MIM VIVERÁ.” (João 6.57). Jesus é a Palavra! 

Quem está em Cristo necessariamente se alimenta dEle, aliás, sente sabor nas Suas palavras, aleluia! Sente necessidade prioritariamente de se debruçar no Livro de Deus e degustar as delícias que nEle encontramos, glória a Deus!

O filho pródigo ao sentir fome lembrou de que na casa do pai havia comida em abundância para todos quantos lá estavam, enquanto ele desejava se alimentar das alfarrobas que comiam os porcos (alfarroba é uma fruta deliciosa e nutritiva), mas ele não tinha direito a elas, porque eram servidas a animais impuros! 

Cuidado amados para não desejarmos nos alimentar daquilo que está sendo oferecido aos impuros! Quem é puro (Noiva) busca se alimentar do que é puro (Provérbios 30.5).

Temos a missão de alimentar os que estão com fome, Jesus mandou os discípulos dar de comer àquela multidão. 



Enviado do meu iPad

 

domingo, junho 27, 2021

A NOIVA DO CORDEIRO TEM VIDA EM ABUNDÂNCIA

 “...EU VIM PARA QUE TENHAM VIDA E A TENHAM EM ABUNDÂNCIA.”(João 10.10).

 

Que maravilha ser participante da Noiva! Quão importante é ser membro do Corpo de Cristo!

Existem membros de diversas organizações e sistemas neste mundo, membros de família real, porém, nada se compara a ser membro do Corpo do Todo Poderoso! Aleluia!

Os membros do Corpo de Cristo, a Noiva do Cordeiro, têm vida e vida em abundância. A pergunta: querido leitor, você tem vida em abundância? Sente essa vida palpitar em si?

Muitos pensam que ter vida em abundância é possuir coisas que desejam, ter tudo o que almejam, viver “sem problemas “ (impossível), ter saúde, enfim...

Negativo. 

Vida abundante é viver em Cristo que é a Vida! É possuir vida eterna aqui (João 17.3) e ainda ter a certeza de uma vida sem fim com Jesus na casa do Pai!

É ser abençoado com toda sorte de bençãos espirituais em Cristo (Efésios 1.3); é receber com Ele todas as coisas (Romanos 8.32). Não entendo como uma pessoa que diz estar em Cristo ainda fica desejando a benção de Abraão. Talvez seja por ignorar que as bençãos que temos em Cristo são eternas enquanto que as prometidas a Abraão eram na terra.

Em Cristo temos a riqueza da graça (Efésios 1.7), a riqueza da glória (Efésios 3.16). Nele estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento (Colossenses 2.3).

Vida abundante é estar em Jesus que diz : “EU SOU A RESSURREIÇÃO E A VIDA. QUEM CRÊ EM MIM AÍNDA QUE MORRA VIVERÁ; E TODO O QUE VIVE E CRÊ EM MIM NUNCA MORRERÁ...” (João 11.25.26).

Aqueles que têm vida abundante estão plenamente satisfeitos; nada a desejar, porque conforme Jesus disse “...QUEM BEBER DA ÁGUA QUE EU LHE DER NUNCA MAIS TERÁ SEDE...” (João 4.14). Os que vivem insatisfeitos, com sede disso ou daquilo ainda não beberam da água que Cristo dá. 

Sabem qual a maior aspiração dos que têm vida abundante? “ ...ASPIRANDO POR SERMOS REVESTIDOS DA NOSSA HABITAÇÃO CELESTIAL;” (2 Coríntios 5.2), glória a Deus!

Ter vida abundante é ter rios de água viva fluindo do nosso interior, vida no Espírito, sendo levado na correnteza do Espírito (Ezequiel 47). É viver descansando à sombra do Onipotente, porque habita no esconderijo do Altíssimo (Salmo 91).

Mesmo que tenhamos momentos de tribulações, de aflições, de dores, nada nos poderá tirar a vida que Aquele que deu sua vida por nós nos ofereceu - vida abundante! 

A Ele pois a glória, a honra, o domínio e o poder para sempre!

MARANATA!

 

sábado, junho 19, 2021

SUJEIÇÃO: CARACTERÍSTICA DA NOIVA DO CORDEIRO (J E S U S)

“ COMO, PORÉM, A IGREJA ESTÁ SUJEITA A CRISTO...” (Efésios 5.24).


Há certos assuntos na Bíblia que não são muito explorados nos púlpitos, infelizmente. Um desses é a submissão.
Fala-se na submissão da mulher ao marido, (ordem da,Palavra), da submissão dos filhos aos pais (ordem da Palavra), da submissão às autoridades (ordem da Palavra), submissão dos jovens ao mais velhos (ordem da Palavra).
Porém, não se atenta para a Palavra quando diz: “ (SUJEITANDO-VOS UNS AOS OUTROS NO TEMOR DE CRISTO.” (Efésios 5.21). Isso é de verdade muito difícil, por causa do vírus luciferiano que habita em nós.
E quanto à sujeição, submissão ao Senhor Jesus não se dá muita ênfase ao contexto.
Partindo da premissa de que Jesus nos comprou por estarmos vendidos ao pecado, sendo por conseguinte escravo do pecado (Romanos 6.17,20). Como escravos do pecado éramos escravo da corrupção (2 Pedro 2.19); escravos das paixões e da maldade (Tito 3.3); escravos da impureza (Romanos 6.19). Assim, éramos servos por usurpação, sem ter tido opção de escolha.
Mas veio Jesus e corajosamente nos comprou, pagando um preço altíssimo - sua vida! Como está escrito: derramou a sua alma na morte, e nos libertou do jugo do pecado.
“AGORA, PORÉM, LIBERTADOS DO PECADO, TRANSFORMADOS EM SERVOS DE DEUS...”(Romanos 6.22). Aleluia! Que transformação maravilhosa, glória a Jesus! 
Será que todos os evangélicos são verdadeiramente servos(escravos) de Deus? Está escrito: “...A QUEM OBEDECEIS SOIS SERVOS...” (Romanos 6.16).
Sejamos sinceros em nosso exame introspectivo amados, a quem temos obedecido de verdade? De quem somos servos?
Nossa natureza carnal pode ser um Senhor na nossa vida, quando obedecemos as suas paixões (Romanos 6.12)..
Como escravos (servos comprados por um Senhor), devemos a Ele obediência plena e total, sem questionamentos, sem exigências de direitos, sem querer satisfação por suas ordens.
Por exemplo: Ele, o Senhor Jesus nos dá um mandamento para amar como Ele nos amou. Se não cumprimos estamos em desobediência a uma ordem dada por uma Autoridade legítima e conforme o dicionário de português, tal atitude é reconhecida como rebeldia. E por que não pensar na ordem: 
perdoai. Sem falar nas últimas ordens dadas por Ele para ir pregar o evangelho e fazer discípulos. (Marcos 16.15; Mateus 28.20). 
O interessante é que temos a ousadia de perguntar muitas vezes: Senhor, por que estou sofrendo assim? Eu mereço passar por isso? Quanta petulância!
O escravo insubmisso, rebelde ia parar no tronco e com direito a açoites. Nos, todavia, somos disciplinados pelo Pai para sermos parcelastes da Sua santidade e não sermos condenados com o mundo (Hebreus 12.10; 1 Coríntios 11.32).
Acho bom ficarmos quietinhos, aceitando com humildade a correção do Senhor, ainda agradecendo por sermos filhos de Deus e amados por Ele.
Se somos participantes da Noiva vivamos em submissão ao Noivo amado.
MARANATA!