quinta-feira, setembro 22, 2016

AINDA QUE...

"FIRMARAM O ALTAR SOBRE AS SUAS BASES; E, AINDA QUE ESTAVAM SOB O TERROR DOS POVOS  DE OUTRAS TERRAS, OFERECERAM SOBRE ELE HOLOCAUSTOS AO SENHOR, DE MANHÃ E À TARDE." Esdras 3.3

Este texto,bíblico tem falado comigo fortemente. Primeiro a necessidade do altar está firmado sobre as suas bases...
A Bíblia diz que temos um altar (Hebreus 13.10), um lugar para oferecer sacrifícios, em cada homem interior, no homem espiritual. Como se encontra o nosso altar? Esta firmado nas bases? As bases que temos de firmar o nosso altar, são os pilares da Igreja, como o foi desde o seu início, conforme Atos 2.42. As bases, os pilares da Igreja sao: a doutrina dos apóstolos, a comunhão, o partir do pão e as orações. Nossa vida espiritual deve estar firmada nestes pilares, meus amados. Será que estamos vivendo essas quatro coisas na ordem devida?
Estamos, porventura perseverando na doutrina dos apóstolos que são os ensinamentos do Senhor Jesus? Para poder perseverar é necessário conhecer, está informado do que foi que Jesus ensinou e os apóstolos deram continuidade. Como anda sua leitura da Bíblia amado leitor? Você conhece as escrituras, especialmente o Novo Testamento?
Perseverar na comunhão, na unidade entre os irmãos, unidade de Corpo, é fundamental para que possamos ser purificador pelo sangue de Jesus (1 João 1.7). Sem a purificação do sangue os pecados não não apagados e permanecem em nossa vida fazendo separação entre nós e Deus. Por isso, é muito triste vermos as divisões, as contendas, a desunião no meio do povo que se chama pelo nome do Senhor. Como é que pessoas sem comunhão com irmãos vão entrar na cidade santa, se inimizade é uma das obras da carne, que exclui do reino de Deus? Melhor tratar de perdoar e pedir perdão antes que sejamos entregues ao juiz...
O exercício do verdadeiro amor no partir do pão é algo maravilhoso! Compartilhar com os santos nas suas necessidades, não somente de coisas materiais, mas emprestando nosso ombro para o irmão chorar e chorar com ele. Fraternidade, solidariedade são virtudes que devem estar presente no nosso dia-a-dia, queridos.
E finalmente na orações. Muitos colocam as orações em primeiro lugar. Talvez seja mais fácil orar do que viver as bases anteriores. O importante é que devemos perseverar nas orações, seja como súplica, intercessao, ação de graças, louvor e adoração, mas orar... Orar...orar.. (1 Tessalonicenses 5.17).
Se estivermos com o altar firmado nas bases poderemos oferecer sacrifícios agradáveis a Deus, nosso corpo como sacrifício vivo, santo, sacrifício de louvor, sacrifícios espirituais (Romanos 12,2; Hebreus 13.15 e 1 Pedro 2.5), ainda que...
Ainda que o medo esteja querendo nos dominar; ainda que as coisas não estejam tão bem como gostaríamos; ainda que a enfermidade esteja em nosso corpo; ainda que as tribulações estejam acima das nossas forças; ainda que os homens se levantem contra nós, e nos apedrejem; ainda que a dor da
calúnia, da traição traga torrentes de lágrimas aos nosso olhos; ainda que a solidão nos traga tristeza;
ainda que as dificuldades financeiras estejam até mesmo tirando o nosso sono; simplesmente, ainda que, teremos coragem para sacrificar, cantando com esperança na escuridão como diz a letra do hino 355 da HC.
Qual será o seu "ainda que"? Seja qual for, examine as bases do altar e encontrará coragem para oferecer sacrifícios ao Deus vivo e verdadeiro, o nosso Pai por excelência, a quem pertencem a honra, a glória, o domínio, e o poder pelo séculos dos séculos, aleluia! Ele certamente se agradará de nós e nos socorrerá em tempo oportuno, lembrando que Ele não tarda jamais! Ele é fiel!

Cante comigo...
Ainda que, pra te seguir Jesus eu tenha que chorar...
MARANATA!

quarta-feira, setembro 14, 2016

SIMPLESMENTE AOS PÉS DE JESUS

"...UMA MULHER DA CIDADE, PECADORA...ESTANDO POR DETRÁS, AOS SEUS PÉS, CHORANDO, REGAVA-OS COM SUAS LÁGRIMAS E OS ENXUGAVA COM OS PRÓPRIOS CABELOS; E BEIJAVA-LHE OS PÉS E OS UNGIA COM UNGUENTO." Lucas 7.37.38

Como é delicioso o momento em que estamos aos pés de Jesus, pela fé! É algo indizível, se estivermos com nosso coração totalmente voltado para o momento, sem perder um segundo sequer.
Não estou a falar daquele tempo que passamos em oração, desabafando muitas vezes, chorando e suplicando por nossas causas, intercedendo por outros, enfim, absolutamente!
Estou me referindo ao tempo que tiramos, nos recolhemos, e nos prostramos diante do Senhor Jesus e mais precisamente, aos seus pés. Isso sim, é bem diferente, e como!
Aquela mulher ao entrar no recinto onde Jesus se encontrava, não chamou a atenção de ninguém para si, não perguntou se podia se aproximar do Mestre, não se importou com a avaliação que fariam dela (como o próprio Simão o fez). Nada, ela tinha um objetivo e nada poderia se interpor entre ela e o seu alvo. Seu alvo era Jesus, e mais precisamente chegar aos seus pés.
Ela não foi com a finalidade de lhe pedir nada verbalmente, mas de oferecer! Oferecer seu amor, seu afeto, seu carinho, por isso, por detrás (nem se expôs diante dEle), se limitou a regar-lhe os pés com suas lágrimas, enxugar com seus cabelos, beija-los e por fim ungi-los com o unguento que levara para aquele fim.
Jesus que conhece os corações, sabia muito bem qual era a necessidade daquela pecadora. Nem precisava ela se expressar, Ele captava cada palavra do seu coração. Sua necessidade de alívio dos seus pecados, sua necessidade de ser perdoada por Jesus, seu desejo de ter uma nova chance, de
começar uma nova vida livre da carga do pecado, enfim...
E ela conseguiu o que tanto sua alma desejava! A despeito do julgamento dos homens e em especial do dono da casa, ela foi vitoriosa! Ao sair daquele ambiente seu rosto devia brilhar com a alegria da vitória alcançada por sua alma. Ela tocara o Mestre e Ele aceitara a sua doação!
Agora os seus muitos pecados estava, perdoados simplesmente por um gesto de amor! O amor fala mais alto do que muitas palavras!
Amados, precisamos aprender com a Palavra de Deus as lições que Jesus nos ensinou. Por que não temos tempo de oração somente calados, nos colocando só e somente aos pés de Jesus?
Por que esse afã tão frenético de gritar para Ele as nossas petições? Por que não nos quedarmos como Maria para ouvir o que Ele tem a nos dizer? Ele quer falar conosco se lhe dermos oportunidade para
isso.
Experimentemos estar aos Seus pés lhe oferecendo o que temos de melhor. Quietinhos, deixemos o
nosso coração lhe falar sobre o nosso amor por Ele, nosso respeito, nossa admiração, nossa gratidão, nossa ternura... Não nos apressemos em despejar aos seus pés todos os nossos desejos, repetir sobre as nossas necessidades, questionar por não termos ainda as respostas que esperamos, não amados!
Nos limitemos a parar aos seus pés, quebrantando o nosso coração perante Ele que sonda os corações (Apocalipse 2.23), oferecendo o que temos.
Se agirmos dessa maneira veremos que nossas petições serão atendidas mais rapidamente segundo a Sua vontade, nossas necessidades serão supridas, nosso fardo será aliviado e ainda ganharemos de bônus sairmos de cabeça erguida, vitoriosamente, sabendo que Ele nos atendeu.
E mesmo que não recebamos o que desejamos ou carecemos, somente a alegria e o gozo de passarmos um tempo aos seus pés, nos dá ânimo, coragem, forças renovadas cada dia para enfrentarmos as vicissitudes que se nos apresentam. Tocar em Jesus pela fé é algo extraordinário que
precisa ser experienciado por cada pessoa que se diz ser discípulo seu.
A pecadora não precisou fazer um longo discurso, não precisou se justificar. Seus lábios só se abriram
para beijar-lhe os pés, e isso representou algo muito especial para o Senhor Jesus.
Se quisermos tocar o coração de Jesus sejamos simplesmente um adorador! Devemos pedir, sim, Ele nos mandou pedir, mas acima de tudo devemos oferecer muito mais do que pedirmos e termos um coração rendido aos seus pés em contrição.
Quando a trombeta tocar e a Noiva foi levada ao encontro do Noivo, não será difícil para aqueles que neste mundo passaram aos seus pés em adoração pela fé, o fazerem quando O virem face à face! Será mesmo um momento que durará uma eternidade, assim espero e quero estar no meio destes, em
nome de Jesus. E você querido leitor?
MARANATA

quinta-feira, setembro 08, 2016

FIDELIDADE: INDISPENSÁVEL PARA ENTRAR NO GOZO DO SENHOR

"MUITO BEM SERVO BOM E FIEL... ENTRA NO GOZO DO TEU SENHOR". Mateus 25.21

Quando se pensa em fidelidade à primeira, o que nos vem à mente é sermos fiéis a Deus, em seguida ao cônjuge, (se for casado), enfim. Mas devemos ser fiéis em tudo, sem exceto, com certeza.
Uma área em que somos infieis, e que pode nos passar despercebida é a fidelidade  a nós mesmos.
Pare e pense: somos mesmo fiéis a nós? Ou já nos habituamos em praticar a auto-infidelidade? Quando nós apresentamos de maneira diferente daquilo que o nosso homem interior o é, isso se caracteriza por infidelidade.
Muita das vezes, simplesmente para agradar ao outro nós fingirmos ser alguém que nem de longe o somos. Disfarçamos o nosso eu, maquiamo-lo, a fim de aparentar alguma coisa que está ausente de verdade da nossa vida.
Se não somos fiéis a nós mesmo acabamos rompendo com a sinceridade dentro de nós, passamos a viver de maneira hipocrita, uma vida de faz-de-conta, somente para nos mostrar agradáveis aos que convivem conosco, exceto, ē claro, a nossa família mais próxima. Esses sabem exatamente como somos, porque não temos condições de viver mascarados dentro de casa, no seio da nossa família.
A Bíblia diz que nossa cara deve ser descoberta, nas de maquiagem para disfarçar, é muito menos de máscaras. Sejamos sinceros e fiéis apesar dos nossos defeitos e falhas. Se agirmos com fidelidade, Deus que que agrada dos sinceros nos dará graça diante dos outros e somos aceitos e amados, apesar de.
Precisamos ser fiéis a nós mesmos no falar a verdade, mas essa verdade deve ser precedida pela graça, pois a verdade sem graça é capaz de matar quem a ouve. Isso é extremamente perigoso! Fiéis a nós mesmos em nosso modo de agir, não viver mudando de postura segundo a conveniência.
O publicano na sua oração somente se reconhecia pecador e clamava por misericórdia. Ele estava na presença de Deus com o coração rasgado, sendo fiel a ele mesmo, não tentando mostrar algo que ele sabia não viver; e foi ele quem desceu justificado.
Lembremos que Deus não justifica hipocritas, infieis, mas pobres pecadores que se desnudam diante dEle com sinceridade e inteireza de coração.
Não tentemos andar com a armadura de Sauel quando Deus nos preparou para usarmos apenas uma funda e algumas pedrinhas. Não tentemos mostra uma coisa que não faz parte da nossa natureza, do nosso temperamento, da nossa personalidade.,
Sejamos íntegros e fiéis a nós mesmos, porque com certeza, quem é infiel a si mesmo não poderá ser fiel em outras áreas.
Infidelidade a si mesmo é pecado, pois passa pela mentira, pelo engano e pela hipocrisia, e estas coisas nos afastam da presença de Deus, pois são manifestações de orgulho, pecado no espírito.
Assim, meus amados, vamos repensar a nossa vida com Jesus, escolhendo ser fiel não somente a Ele ou diante de coisas visíveis, mais especialmente a cada um de nós.
Quando a trombeta tocar, vencerão com Ele os chamados, eleitos e fiéis. Apocalipse 17.14
MARANATA!

quinta-feira, setembro 01, 2016

E O SONO COMO VAI?

"DEITO-ME E PEGO NO SONO..." Salmo 3.5

Será que essa premissa é uma verdade em sua vida como evangélico, crente, cristão, etc? Como anda o sono? Tem dormido bem e o suficiente para que seu organismo repouse de verdade?
Deus tem interesse no nosso sono, em que a casa onde o Espírito Santo habita, viva uma vida tranquilae sossegada, confiando na Palavra do Senhor que tem cuidado de nós.
Não sei quem inspirou os crentes a viverem uma vida desregrada com relação ao sono. Não sei de quem foi a ideia de que os crentes têm que dormir muito tarde, que têm que ser noitívanos e o pior, que precisam se alimentar após o culto, com coisas tipo ir para uma churrascaria e se deleitar nos prazeres da carne, jantares regados a sucos e refrigerantes... E o resultado é que o pobre estômago tem que trabalhar durante a noite como um burro fustigado, afim de processar tudo o que foi ingerido, e, portanto, o corpo não descansa.
O salmista diz: "EM PAZ ME DEITAREI E DORMIREI, PORQUE SÓ TU, SENHOR, ME FAZES HABITAR EM SEGURANÇA." Salmo 4.8. De verdade, assim que deitamos adormecemos? Ou será que o nosso quarto ao invés de ser um ambiente de descanso, sem iluminação forte, tranquilo, é o escritório no qual estamos a trabalhar até quando não der mais para resistir o sono? Ou será ainda um lugar de entretenimento, onde a TV é ligada até ao ponto de adormecermos sem que a
desliguemos? Ou será o computador aquele que compete com o nosso sono, porque temos que navegar na net até à madrugada?
Enquanto isso não entendemos porque andamos estressados, sempre cansados... Pudera, sem descanso verdadeiro o nível do hormônio cortisol é comprometido e as consequências são devastadoras para o nosso corpo, aliás, para a casa que nem donos somos. Já pensou no dia em que
haveremos de dar conta de cada minuto gasto de maneira prejudicial?
É provado cientificamente que o período em que nossas células se renovam durante o sono está entre vinte e três horas e duas da manhã. O que é importante não é a quantidade de horas dormidas, mas a qualidade do sono que temos.
Outra coisa fundamental é nos deitarmos e dormimos na hora em que o sono chega, independente da hora do dia ou da noite, sempre que possível. Jesus estava dormindo profundamente enquanto os discípulos lutavam contra a tempestade. Ele teve sono, simplesmente se deitou no barco e dormiu.
Biblicamente falando à noite é para dormir, enquanto que o dia para a lida do trabalho, como está escrito: "OS LEÕEZINHOS RUGEM PELA PRESA E BUSCAM DE DEUS O SUSTENTO;EM VINDO O SOL, LÊS SE RECOLHEM E SE ACOMODAM NOS SEUS COVIS. SAI O HOMEM PARA O SEU TRABALHO E PARA O SEU ENCARGO ATÉ À TARDE." Salmo 104.21-23.
Assim, fica entendido que o homem deve levantar cedo para trabalhar e dormir de noite, como está
escrito: "ORA, OS QUE DORMEM DORMEM DE NOITE..." 1 Tessalonicenses 5.7.
Quanto às vigílias são importantes, contanto que nada em excesso, tudo seja feito com moderação, decência e ordem, sem extrapolar os limites do corpo, porque há muitos que vivem de vigília em vigília e não conseguem o que pedem a Deus. É muito mais fácil passar a noite em vigília na igreja local do que amar e perdoar os inimigos, mais fácil do que obedecer à Palavra de Deus nos que diz respeito à renunciar a tudo quanto tem.
Amados, não devemos precipitar os acontecimentos quanto a vir adoecer por causa de não dar ao corpo o repouso que lhe é devido.
Cada ser humano tem o seu relógio biológico colocado pelo Criador. Por isso cumpramos o horário de sono que o nosso corpo necessita e vivamos com qualidade de vida até que venha Jesus.
MARANATA!

quinta-feira, agosto 25, 2016

O DIA X O DIA

"AH! QUE DIA!...

Amados, a Bíblia fala de um Dia. Esse dia não será um período de vinte e quatro horas, mas sim um período de tempo.
Teremos do Dia de Cristo, dia do arrebatamento e subsequentes, período em que a Igreja vai subir ao encontro do Noivo, passar pelo julgamento no tribunal de Cristo, e por fim das bodas do Cordeiro. Tempo demoliria , de celebração, de alegria plena, enfim, uma eternidade com Cristo e "...AS COISAS QUE O OLHO NÃO VIU, NEM OUVIDOS OUVIRAM, NEM JAMAIS PENETROU EM CORAÇÃO HUMANO O QUE DEUS TEM PREPARADO PARA AQUELES QUE O AMAM." (1 Coríntios 2.9). Aleluia! Vamos estar prontos para viver esse dia? Em nome de Jesus pela graça, somente pela graça, glória a Jesus.
Mas há também o Dia do Senhor. A humanidade estará dividida entre os que estarão no Dia de Cristo e os que estarão no Dia do Senhor.
O dia do Senhor será um tempo de assolação, segundo o profeta Joel. E ainda: "DIA DE ESCURIDADE E DENSAS TREVAS, DIA DE NUVENS E NEGRIDÃO...SIM, GRANDE É O DIA DO SENHOR É MUI TERRÍVEL! QUEM O SUPORTARÅ?" (Joel 2.2. 11).
O profeta Isaías fala que esse dia será contra todo soberbo (Isaías 2.12). Muito cuidado com o vírus luciferiano do orgulho amados, revistamo-nos de humildade cada dia, para recebermos a graça especial. Não nos deixemos dominar pelo orgulho seja ele manifestado sob a forma material, ou espiritual, pois, todos os orgulhosos não estarão no dia da Noiva, mas no Dia do Senhor!
Em Isaias 61.2 a palavra fala que esse tal dia será dia d vingança do nosso Deus, já imaginou?
O profeta Amós o descreve como dia de trevas (Amós5.18-20) e o profeta Sofonias assim se expressou: "ESTÁ PERTO O GRANDE DIA DO SENHOR; ESTÁ PERTO E MUITO SE APROXIMA. ATENÇÃO! O DIA DO SENHOR É AMARGO, E NELE CLAMARÁ ATÉ O HOMEM PODEROSO. AQUELE DIA É DIA D INDIGNAÇÃO, DIA D ANGÚSTIA E DIA DE ALVOROÇO, E DESOLAÇÃO, DIA DE ESCURIDADE E NEGRUME, DIA DE NUVENS E DENSAS TREVAS... TRAREI ANGÚSTIA SOBRE OS HOMENS E ELES ANDARÃO COMO CEGOS...NEM A SUA PRATA NEM O SEU OURO OS PODERÁ LIVRAR NO DIA DA INDIGNAÇÃO DO SENHOR..." ( Sofonias 2.14-18).
O profeta Malaquias fala de um dia que vem é que como fornalha, um dia e abrasará os soberbos e os que cometem perversidade, de sorte que não lhe deixará nem raiz e nem ramo ( Malaquias 4.1).
Mas para os que estiverem no Dia da Noiva nascerá o sol da justiça, aleluia!
Amados, miremos nossa vida no espelho da Palavra de Deus para melhorarmos os nossos caminhos, a fim de que o Dia do Senhor não nos apanhe, mas que sejamos achados dignos de estar na Noiva, participando do banquete do perdão, onde desfrutaremos de todas as coisas excelentes, deixando para trás todas as mazelas da vida na natureza carnal. Agora tudo é novo! Um começo sem fim, gloria a Jesus! Glória a Jesus! Glória a Jesus! Glorifique a Jesus comigo.
O Dia se aproxima. O Dia está perto. Tanto um quanto o outro a cada dia que passa está mais próximo.
"NÓS, PORÉM, SEGUNDO A SUA PROMESSA, ESPERQMOS NOVOS CEUS E NOVA TERRA, NOS QUAIS HABITA A JUSTIÇA." (2 Pedro 3.13).
MARANATA!

sexta-feira, agosto 19, 2016

NÃO SAIA DA POSIÇÃO NO CORPO DE CRISTO

"... EM NADA CO SIDERO A VIDA PRECIOSA PARA MIM MESMO, CONTANTO QUE COMPLETE A MINHA CARREIRA...(Atos 20.24).

Todos quantos experimentamos o novo nascimento temos uma carreira para correr. Todos queremos completar essa carreira tal qual o apóstolo Paulo completou, e completou triunfalmente, tendo assegurado que completando a carreira guardou a fé, e esperava agora, tão somente o prêmio - a coroa da justiça. (2 Timóteo 4.7.8).
Não é assim tão fácil correr a carreira, porque durante o percurso dela há trocentas obstáculos a serem vencidos, há dificuldades, há lutas, e acima de tudo implica em sofrer. E sofrer é a última coisa que queremos experimentar, não é mesmo?
Jesus completou a sua carreira, cumpriu a sua missão é não foi fácil, foi à custa de muito sofrimento, não somente no Calvário, mas durante sua vida, como está escrito que Ele foi aperfeiçoado pelos sofrimentos (Hebrus 2.10).
Mas o Senhor Jesus não desistiu, não parou em meio ao percurso, e de igual modo o apóstolo Paulo também. Ambos foram até o fim. O Senhor Jesus pode vitoriosamente dar o brado: "ESTÁ CONSUMADO". Nada mais há para ser feito quanto ao resgate do homem espiritualmente, aleluia!
É nós? Vamos desistir? Vamos simplesmente diminuir o ritmo até parar de vez? Ou vamos perseverar até o fim para sermos salvos, como disse Jesus?
O escritor ao Hebreus escreve aos crentes dizendo: " ORA, NA VOSSA LUTA CONTRA O PECADO, AINDA NÃO TENDES RESISTIDO ATÉ AO SANGUE." (Hebreus 12.4).
Na verdade, nossa luta é bem diferente dos que viveram nos primeiros tempos da igreja, onde muitos foram martirizados de modo cruel, pelo ódio dos perseguidores.
Por que desistir da caminhada, se ainda não temos resistido até o sangue na luta contra o pecado? Por que desistir de servir a Deus, sair da posição de membro do Corpo de Cristo? Não há justificativa para isso. É melhor parar e pensar se vale a pena deixar de subir com a Noiva no dia do arrebatamento por causa de inveja de outros, por causa da discriminação de alguns, por causa de sêmos ignorados na igreja local em que congregamos? Será e vale a pena passar a eternidade longe de Deus, nas trevas exteriores por causa de calúnia, de murmurações diversas, por causa de seja lá o que for, que nos tente fazer sair da posição espiritual?
O tempo que estamos vivendo está muito angustiante, e o inimigo tem usado de astúcia para nos fazer  desistir da carreira espiritual, para nos enganar e nos envolver com sua manipulação maligna nos fazendo entristecer o Espírito Santo e, desse modo não estarmos prontos para o Dia da Redenção.
Não desista. Não pare na caminhada. Avante! Prossiga para o alvo pelo prêmio da soberana vocação e há em Cristo Jesus!
M A R A N A T A !



domingo, agosto 14, 2016

DIA DOS PAIS. E O DIA DO PAI?

"EIS QUE OS FILHOS SÃO HERANÇA DO SENHOR... FELIZ O HOMEM UE ENCHE DELES A SUA ALJAVA." ( Salmo 127)

Quero parabenizar todos os leitores que são pais, seja pai biológico ou seja pai do coração. PARABÉNS!
Meu desejo e oração é para que todos os pais que nos leem aprendam com o Pai celestial como
lidar com seus filhos, sejam eles recém-nascidos ou também sendo já um pai. Seja como for , filho é filho enquanto viver.
Em cada fase da vida dos filhos a figura do pai se apresenta de um modo peculiar, como diz o meu filho, o Pr. Dennis.
Na idade de zero a seis anos o pai ē o HERÓI. Dos sete aos onze o pai é o TUTOR. Dos doze aos dezoito  o pai é o AMIGO. Dos dezoito em diante o pai é o CONSELHEIRO. Se o pai trocar a segunda fase pela terceira acaba perdendo a quarta.
È um grande privilégio para o pai que vive com o filho todas as fases completamente, pois com toda certeza viverá a última fase até o fim da sua vida. O filho buscará no pai a palavra de sabedoria, de conselho, de orientação.
Quanto ao Dia do PAI, esse deve ser todos os dias da nossa vida. Em todos os dias que nós possamos reverenciar, amar, obedecer e sobretudo adorar ao PAI CELESTIAL, porque Ele é o Pai perfeito, infalível quanto ao lidar com cada um de nós.
Para todos quantos têm pai vivo honrem-no não somente no segundo domingo de agosto mas todos os dias, demonstrando o seu amor e gratidão pela vida daquele que foi o instrumento para que
fossemos gerados. Temos dele o DNA que nos identifica como parte da sua genética, do sangue que corre nas suas veias.
Enquanto ele viver respeite-no, aprenda a ouvir suas palavras, e em se tratando da fase da velhice,
agora é que ele precisa da sua atenção, do seu apoio, da sua amizade, do seu carinho, da sua companhia.
Em último lugar escrevo pedindo que não o coloque em um asilo a não ser que se torne inviável tê-lo
no convívio da família. Faça-o sentir-se honrado como patriarca de uma família construída com esforço e trabalho, para que ele veja sua posteridade valorizando a vida até o final dela. Especialmente se o seu pai for um salvo em Cristo porque com certeza ele lhe coloca diante do trono de Deus todos os dias, e quando o Senhor o rcolher deixará após si um legado de fé, piedade, e amor
a Deus, juntamente com a esperança do reencontro na casa do Pai.
MARANATA!