quarta-feira, março 30, 2016

TEMPO DE DEPENDER DE DEUS

"... O JUSTO VIVERÁ PELA SUA FÉ... O JUSTO VIVERÁ POR FÉ... O MEU JUSTO VIVERÁ PELA FÉ." (Habacuque 2.4; Romanos 1.17; Hebreus 10.38).

Seria por acaso que  três momentos distintos o Amigo Espírito Santo inspirasse os escritores da Bíblia para o mesmo assunto? Não, absolutamente! Tem um propósito específico nisso.
O momento que vivemos em nosso país é de completa instabilidade em todos os sentidos, até mesmo quanto ao sistema religioso em geral, e todos a uma voz proclamam: estamos em crise!
Nada melhor do que viver o que a Bíblia diz para os que se chamam pela nome do Senhor, uma vida de fè ou pela FÉ.
Partindo do princípio de que a fé é o fundamento da vida em Cristo, e por isso os que estão nEle  andam por fé e não por vista (2Corintios 5.7), nada melhor do que aproveitar o momento para praticar a palavra de Deus.
A afirmação de que o justo vive por fé afasta toda e qualquer possibilidade de confiarmos em nós mesmos e na nossa capacidade, pois como se pode entender o justo não vive do seu trabalho, do dinheiro, da inteligência, da sabedoria humana, dos conhecimentos adquirido ao longo da vida, mas por fé. Tudo precisa ser feito na dependência de Deus através da fé, até porque "...TUDO QUE NÃO É DE FÉ É PECADO." ( Romanos 14.23).
Portanto meus queridos leitores não devemos nos preocupar com as circunstância ao nosso redor, lembrando de que quando o povo estava para sair do Egito nada tinham para levar consigo. Estava todo o Egito em uma crise ímpar na história deles, mas Deus estava cuidando do Seu povo. Os israelitas só precisavam obedecer às ordens de Deus através de Moisés e Arão, e na verdade tinham que estar com os lombos cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão, assim eles comeriam a última refeição no Egito.
Deus cuidará de nós. O Noivo cuidará da Sua Noiva, a Igreja. O Senhor cuidará dos seus servos, por isso não temos o que temer. A fidelidade de Deus é grande e Ele vela sobre a sua palavra para cumprir (Jeremias 1.12). O que Ele prometeu fará, Ele suprirá todas as nossas necessidades, se Ele quiser oferecer um mimo extra muito bem, mas o que precisamos certamente Ele dará.
Não devemos reclamar se precisarmos cortar despesas extras. Aqueles que estavam habituados e frequentar restaurantes frequentemente, aproveitem o momento para curtir a família no lar.
As mulheres busquem criar receitas novas para oferecer deliciosas refeições à família, sabendo como fizeram e o que estão oferecendo preparado com amor.
Uma pergunta às mulheres: quando seus filhos se forem para viverem as vidas deles, qual o tipo de comida que eles sentirão saudades dentre todas que você preparou? Será que eles só recordarão pratos de restaurantes?
Queridas, deixemos marcas na vida dos filhos e netos, especialmente de atitudes de fé e confiança em Deus.
As dificuldades servem para testar a nossa fé e a nossa dependência dEle. Ele disse: " SEM MIM, NADA PODEIS FAZER."
Nosso andar por fé nos levará a lugares altos e nos fará experimentar milagres que servirão como pedras memoriais na nossa vida é na vida da nossa família, para glória de Deus.
MARANATA!


Um comentário:

Zenilda Oliveira Carvalho disse...

Excelente reflexão. Tenho andado muito preocupada com o cenário e esta crônica me fez entender que Deus está no controle e que vivemos por fé, e não por vista.