quinta-feira, outubro 28, 2010

SEDE PACIENTES

“SEDE, POIS, IRMÃOS, PACIENTES, ATÉ A VINDA DO SENHOR,” (Tiago 5.7)

O Amigo Espírito Santo nos dá uma ordem:SEDE! Pronto. Eu tenho mais é que obedecer sem questionar em coisa alguma.
Precisamos da paciência nos diferentes sentidos da palavra.
“Makrutumia”, longanimidade, capacidade para suportar os males em relação ao próximo.
O Espírito Santo bem sabe o quanto carecemos dessa paciência para vivermos, especialmente nestes últimos dias da Igreja na terra e somos tão ofendidos e também ofendemos (quem está isento?).
Em tempos como estes que atravessamos parece que há um problema generalizado de intolerância, pavio curto de verdade; ninguém tem capacidade para suportar qualquer tipo de coisa que lhe desagrade, ou mesmo que pareça que vai lhe atingir. A crise de ira se manifesta e abrimos a boca a despejar toda a agressividade que está em latência no interior. Deus tenha de nós misericórdia!
Quantos relacionamentos conjugais destruídos por falta de longanimidade; quantas amizades acabadas por não termos capacidade de suportar o mais fraco; quantas pessoas desempregadas por não suportarem serem chamadas á atenção quando erram; quantos têm deixado a igreja local onde viviam a servir a Deus por falta de paciência e em muitos casos, saem espumando de ódio e ainda têm a coragem de, com o coração sujo, abrir uma igreja, meu Deus!
Longanimidade é manifestação do fruto do Espírito em nossa vida ( Gálatas 5.22).
Enquanto o Senhor não volta para levar a Noiva há necessidade de nos suportarmos uns aos outros como está escrito:
“... SUPORTANDO-VOS UNS AOS OUTROS EM AMOR.” (Efésios 4.2).
Somente os ressuscitados com Cristo podem obedecer à ordem da Palavra de Deus escrita em Colossenses 3.13:
“SUPORTAI-VOS UNS AOS OUTROS...”
A paciência como “HUPOMONE”, virtude que faz suportar os males com resignação, tal como Jó, está relacionada conosco, com as nossas dificuldades, lutas, provações, por causa de circunstâncias adversas, enfim quando vivemos o dia mau, o dia da calamidade, o dia da angústia.
“... A TRIBULAÇÃO PRODUZ A PACIÊNCIA...” (Romanos 5.3).
Também temos necessidade de viver a paciência como “PROSCAATERO”, ou seja, do ponto de vista da perseverança.
Precisamos desta perseverança para alcançar as promessas como está escrito:
“COM EFEITO, TENDES NECESSIDADE DE PERSEVERANÇA, PARA QUE, HAVENDO FEITO A VONTADE DE DEUS, ALCANCEIS A PROMESSA.” (Hebreus 10.36).
Como está escrito, é com perseverança que temos que correr a carreira que nos está proposta ( Hebreus 12.1).
Assim, meus amados e queridos irmãos sejamos longânimos uns para com os outros, suportemos as aflições e adversidades com constância, firmeza, sem esquecer que a vinda do Senhor está próxima.
Maranata!

Um comentário:

Graça Vale disse...

Desde o ano de 2001 quando congregava em Parnamirim vindo da Paraíba e tive a oportunidade de conhecê-la num congresso de senhoras onde a amada irmã ministrou uma palavra com o tema deserto!E nunca mais minha vida foi a mesma!!!Se por acaso algum dia duvidadestes sobre tuas vindas a este Estado,saibas que foi para abençoar uma vida,A MINHA!!Pode até soar como egoísmo,porém...eu creio que o mesmo Deus que viu Elias fugindo de Jesabel,aínda é o mesmo Deus que vê no presente os que fogem de projetos de Deus,das lanças dos Saul´s e Deus continua investindo até alcançá-los e vc foi e está sendo usada para tal!Tenho acompanhado todos os eventos que vc ministra e sei que Deus tem lhe usado para me admoestar,me ensinar,exortar,aconselhar e até para profetizar sobre porojetos futuros que Deus insiste em realizar,apezar de parecer dolorido.Nascida e criada em lar cristão com pai dirigente de igreja e rigido,só agora de 2001 para cá que vc me apresentou pessoalmente,intimamente a pessoa do Espírito santo e eu quis ser sua amiga e aprendi a confiar nELE,e decifrar seus símbolos,sinais,ações através do dia a dia das pessoas e suas atitudes!E o AMIGO Espírito santo vai dizendo:tanto tempo que eu queria que vc entendesse a minha linguagem e vc ñ estava nem aí,foi preciso que te chocalhasee,provasse para só agora depois do silêncio do deserto,vc aprendesse a silenciar e confiar em mim e deixar AGIR no meu tempo!Glória a Jesus que estou aproveitando esse tempo para me encaizar na missão do Espírito Santo de Deus que é de ensinar e eu estou aprendendo,pois só agora me sinto regenerando-se nELE,com humildade de espírito,coisas que num passado recente ñ admitia ceder aos meus conceitos e vontades.Porém...só agora com suas aulas cheias de unção e poder sobrenatural,tenho compreendido qual seja a boa e agradável vontade de DEus,nem que nesta sua vontade,estejan perdas irreparáveis.E o amigo mais uma vez faz-nos entender que é porque fui comprada por um preço muito alto e sou agora sua serva e ELE ,quer que seu reino seja manifesto através de mim.Eu posso compreender sem entender,que é através das profundas angústias de um espírito quebrantaddo que o Espírito Santo manifesta o poder de Deus.Aqui algumas mulheres norte rio grandense,são olhadas com despreso por ñ seguirem uma falsa ética social que a sociedade evangélica impõe,onde os salões ficam cheios e as botiques,para se produzirem aparentementePorém...no dia da festa,as que tem poder e autoridade sobrenatural,que goge dad regras e liturgias,são as que são diferentes,são as que esperam tão somente o agir do AMIGO!Precisamos urgentemente de uma mudança,mas...só teremos de vivermos neste século,sóbria justa e piamente. Com carinho,GRAÇA VALLE LIMA>