sexta-feira, janeiro 21, 2011

QUANDO A SURDEZ COMPENSA

“... PORÉM SAUL SE FEZ DE SURDO.” ( 1 Samuel 10.27).

Realmente estamos vivendo dias como nunca pensamos viver em todos os sentidos por isso tenho meditado nessa atitude de Saul logo após ser ungido rei de Israel.
Até aonde devemos imitá-lo? O que há de positivo em agir como ele agiu?
Vejamos alguns pontos interessantes:
Saul fora escolhido por Deus para ser líder do Seu povo;
Samuel o apresentara ao povo como o eleito do Senhor;
O Espírito de Deus tinha se apoderado de Saul e ele profetizara;
Depois que o povo recebe o seu líder, a Bíblia diz que filhos de Belial questionaram a sua liderança e o desprezaram e não lhe trouxeram presentes.
Será que essa história não tem alguma coisa em comum com a nossa vida em Cristo?
Verdadeiramente fomos escolhidos por Jesus ( João 15.16) e, segundo as escrituras, fomos constituídos reis e sacerdotes ( Apocalipse 1.6).
Também, segundo as escrituras o Senhor nos deu do Seu Espírito e uma vez cheios do Espírito Santo poderemos ser usados nos Seus dons, inclusive no dom da profecia, aleluia!
A lição importante para mim é que todos quantos têm a convicção de terem sidos escolhidos por Deus e estão cheios do Seu Espírito não dão importância para as colocações feitas pelos filhos de Belial.
Agora, precisamos tomar muito cuidado para não sermos enquadrados no rol dos filhos de Belial, isto é, aqueles que no meio do povo de Deus rejeitam quem Deus escolhe ( não somente as lideranças, mas todos os salvos em Cristo), desprezam-nos e não lhes dão presentes.
A atitude de Saul foi correta em fazer-se de surdo, ou seja, não me interessa ouvir coisas negativas que se dizem a meu respeito; pouco me importa se me aceitam como escolhido de Deus ou não, o problema é de cada um e cada um dará conta de si mesmo a Deus.
Jesus disse assim:
“... QUEM VOS REJEITAR A MIM ME REJEITA... “ ( Lucas 10.16).
Escolhidos por Jesus, não se deixem levar pelo comportamento de quem quer que seja em relação a nós, se diante de Deus a nossa consciência está tranqüila da nossa fidelidade para com Ele.
Em nome de Jesus não devemos manchar o nosso coração e por conseguinte as vestes brancas de Noiva por causa de filhos de Belial que nos desprezam, não fazem caso de nós. Simplesmente façamo-nos de surdo para as suas palavras, pronto! Não alimentemos sentimentos ruins que só nos fazem sofrer, como por exemplo, raiz de amargura que, segundo as escrituras, nos contaminam e ainda contaminam outros, misericórdia!
Atenção líder que me lê neste dia aprenda com Saul: tenha segurança na escolha de Deus para a sua vida e da presença do Espírito Santo em si; não dê importância para os filhos de Belial, eles sempre estarão no meio do povo tudo fazendo para fazer parar o trabalho dos eleitos do Senhor. A hora é de fazer-se de surdo; ignorar as conversas paralelas; descartar os leva-e-traz que como “lixeiros” se encarregam de trazer para os nossos ouvidos coisas que só fazem mal a nossa alma.
Não se importe com os filhos de Belial que não aceitam a sua liderança; fique firme no Deus que o colocou no lugar preparado por Ele, seja na casa de Deus ou seja mesmo no seu trabalho secular.
Um pouco mais na frente esses mesmos filhos de Belial tiveram que engolir em seco as suas palavras quando Saul foi vitorioso na batalha contra os amonitas.
“ENTÃO, DISSE O POVO A SAMUEL: QUEM SÃO AQUELES QUE DIZIAM:REINARÁ SAUL SOBRE NÓS? TRAZEI-OS PARA AQUI, PARA QUE OS MATEMOS. PORÉM SAUL DISSE: HOJE, NINGUÉM SERÁ MORTO...” ( 1 Samuel 11.12.13).
Saul continuava no lugar certo e o Espírito de Deus estava sobre ele, por isso não permitiu que seus inimigos fossem mortos. Assim procede aquele que tem segurança em Deus e está cheio do Espírito Santo, aleluia!
É hora de fazer-se de surdo meu irmão. Surdo para as fofocas, para as murmurações, para as palavras que desprezam-nos, para toda e qualquer coisa que não seja para a nossa edificação.
Tenhamos ouvidos abertos para ouvir a voz do Amigo Espírito Santo, para as palavras encorajadoras dos filhos de Deus, para entender qual a vontade de Deus para as nossas vidas. Afora disso, façamo-nos de surdos!
Nossos ouvidos precisam estar antenados para “O QUE O ESPÍRITO DIZ ÁS IGREJAS.”
“O ESPÍRITO E A NOIVA DIZEM: VEM”
Maranata!

2 comentários:

Pr. Carlos Roberto disse...

Prezada missionária Lídia Fernandes,

A Paz do Senhor,

Digo eu, não o Senhor:

É melhor ser surdo, do que ouvir as besteiras que se falam nesta terra!

Ouvidos só para o Amigo,

Glórias ao Senhor!

Parabéns pelo edificante e elucidativo texto.

Seu conservo junto Aquele que só tem conversa boa,

Pr. Carlos Roberto

Lidia Fernandes Da Silva disse...

A paz do Senhor estimado Pr. Carlos
Agradeço-lhe por dispensar um pouco do seu precioso com este blog; a Deus toda a glória.
Tudo é por causa do Amigo em nossa vida, glória a Deus.
Que nossos ouvidos estejam abertos para ouvir sempre a VOZ do Todo Poderoso como um Pai amoroso que quer falar com seus filhos.
Um abraço da conserva com carinho e oração.
lidia