sexta-feira, janeiro 30, 2009

ELE (DEUS) É MEU PAI!

“... TODOS QUANTOS O RECEBERAM, DEU-LHES O PODER DE SEREM FEITOS FILHOS DE DEUS... (João 1.12).
Logo cedo fiquei a meditar sobre esse assunto tão maravilhoso, aleluia!
Pensei como é inumerável o número dos filhos de Deus do ponto de vista do espírito, pois como está escrito Deus é o Pai dos espíritos (Hebreus 12.9), e também que Ele forma o espírito do homem dentro dele ( Zacarias 12.1).
Imagine os espíritos de todos os homens que nasceram neste mundo desde o primeiro homem – Adão, no qual Deus soprou do seu espírito e ele foi feito alma vivente, (não nasceu, claro, como tão pouco a Eva), até o último bebê que nasce neste momento em todas as partes da terra são filhos de Deus. É fantástico!
E como está escrito:
“... DEUS NÃO É DEUS DE MORTOS, E SIM DE VIVOS; PORQUE PARA ELE TODOS VIVEM.”
Desse modo, a multidão dos filhos de Deus é incontável mesmo, creio que não existem números suficientes para precisar. E meu espírito está entre os filhos de Deus, aleluia!
Fui feita sua filha adotiva a partir do momento em que decidi receber a Jesus como meu Salvador e Senhor, porque cri no Seu Nome. E como está escrito:
“E PORQUE VÓS SOIS FILHOS, ENVIOU DEUS AO NOSSO CORAÇÃO O ESPÍRITO DE SEU FILHO, QUE CLAMA: ABA, PAI!” ( Gálatas 4.6). E ainda:
“O PRÓPRIO ESPÍRITO TESTIFICA COM O NOSSO ESPÍRITO QUE SOMOS FILHOS DE DEUS.” ( Romanos 8.16).
E como filha, sou dependente do Pai, de vez que agora estou incluída na sua família, como está escrito:
“... SOIS DA FAMÍLIA DE DEUS.” ( Efésios 2.19), e ainda mais:
“DE QUEM TOMA O NOME TODA FAMÍLIA, TANTO NO CÉU COMO SOBRE A TERRA.” ( Efésios 3.15).
Sou filha sim. Sou da família sim. Tenho os costumes da família, falo a linguagem da família, me alimento da comida da família, tenho os mesmos objetivos da família, as mesmas aspirações, combatemos juntos pelo mesmo ideal, lutamos juntos pela fé que defendemos, enfim, sinto-me muito confortável no seio da família, apesar das dificuldades normais de uma vida em família, pois mesmo sendo a família de Deus não deixa de ter problemas e dificuldades, tendo em vista ser formada por pessoas cuja natureza é carnal, embora co-participante da natureza divina.
Sou filha sim. E o melhor de tudo é que a filiação não me dá o direito de independência mesmo que os anos passem tanto do ponto de vista físico quanto espiritual. A maturidade não nos torna independentes tal qual acontece na vida material que, em certo período da vida o filho tem emancipação e passa a viver a sua vida independente do pai. No reino de Deus, na família de Deus ninguém deve se julgar maior de idade, emancipado. Temos que nos tornar como meninos sempre dependentes em tudo do Pai, embora sendo maduros no entendimento, na intimidade com Deus, no conhecimento dEle.
“IRMÃOS, NÃO SEJAIS MENINOS NO JUÍZO; NA MALÍCIA, SIM, SEDE CRIANÇAS; QUANTO AO JUÍZO, SEDE HOMENS AMADURECIDOS.” ( 1 Coríntios 14.20).
Devemos ser adultos (não emancipados), para nos alimentarmos do que é sólido; adultos para termos nossas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal. O que é criança alimenta-se de leite e é inexperiente na palavra da justiça. ( Hebreus 5.13.14).
Sou filha sim. Sou dependente.
Dependo do Pai para viver: “PORQUE ELE MESMO É QUEM DÁ A TODOS A VIDA, RESPIRAÇÃO E TUDO MAIS.” (Atos 17.25).
Dependo dEle para suprir as minhas necessidades: “... POIS VOSSO PAI CELESTE SABE QUE NECESSITAIS...” ( Mateus 6.32).
Dependo da misericórdia dEle para ser fiel:
“... COMO TENDO RECEBIDO DO SENHOR A MISERICÓRDIA DE SER FIEL.” ( 1 Coríntios 7.25).
Em tudo quanto tenho que fazer, dependo do Seu Espírito que habita em mim para me guiar, pois, como está escrito:
“OS FILHOS DE DEUS SÃO GUIADOS PELO ESPÍRITO DE DEUS.” ( Romanos 8.14).
O meu Pai é soberano, absoluto, tremendo, temível, terribilíssimo, amoroso, compassivo, misericordioso, fiel e tantos outros atributos que me faltam palavras para escrever sobre Ele. Mas é meu Pai!!!
E como todo bom Pai me disciplina quando falho (e como falho!), com a finalidade de que eu seja participante da sua santidade. Bela motivação para corrigir um filho, aleluia!
Pai, eis-me aqui com a intenção de obedecer-te neste dia; no meu homem interior quero fazer a Tua santa vontade e mesmo que eu venha a falhar, que bom que Tu me compreendes, pois como está escrito, “CONHECES A MINHA ESTRUTURA E LEMBRAS-TE QUE SOU PÓ.”
E assim posso ser feliz apesar de tudo, pois o Pai celestial me ama e o Seu amor é mais importante do que o amor de todas as pessoas, embora que Ele mesmo se encarrega de fazer com que as pessoas me amem da maneira como sou (tudo por causa do Amigo!).
Amados meus, filhos do mesmo Pai, descansemos nos braços dEle sabendo que Ele é poderoso para mover céu e terra quando o seu propósito é cumprir hoje a sua promessa na nossa vida.
É bom, muito bom, pra lá de bom ter um Pai como esse... DEUS!!!

3 comentários:

REGIANE disse...

Á PAZ QUERIDA IRMÃ LIDIA,QUEM ESCREVE É SUA APRENDIZ REGIANE,COMO FOI DE VIAGEM? CREIO QUE BEM ,POS ESTÁ SEMPRE BEM ACOMPANHADA PELO AMIGO,BEIJOS SAUDADES DE MOMENTOS QUE MARCARÃM MINHA VIDA,QUE DEUS CONTINUE Á USALA DESSA MANEIRA,FIQUE NA PAZ DE REGIANE

Anônimo disse...

Deus te abençoe minha querida Regiane
A paz do Senhor
Um beijo com carinho e saudades!
a conserva
lidia

Victória Virgnía disse...

A Paz do Senhor !
Irmã Lidia é a Victória (sobrinha da Sarita).Como a senhora está?Espero que esteja bem.
Gostei muito desta postagem que a senhora escreveu.Que Deus continue nos abençoando grandimente.
Fiquemos na paz Dele!E se a senhora quiser me manda alguma coisa se der a senhora passa por e-mail.;(vikinha_95@hotmail.com)

Um grande beijo que Deus nos abençoe!