terça-feira, maio 11, 2010

VIVOS ENTRE MORTOS???


" ... PORQUE BUSCAIS ENTRE OS MORTOS O QUE VIVE?" ( Lucas 24.5).
Fiquei deverasmente impressionada nesta região onde estou com um quadro totalmente novo para mim, desde que Deus me tem levado pra cá e pra lá com a mala às costas: uma igreja evangélica em plena atividade em um cemitério. É sério! Se clicar nesta foto verás as cruzes dos sepulcros e até umas senhoras a regar flores em um túmulo!
Trata-se de uma igreja luterana (estatal), e não é somente nesta que isso acontece. Algumas outras por aqui estão também rodeada de sepulcros onde foram enterrados membros das mesma.
Assim que vi a cena lembrei do que os anjos disseram às mulheres sobre vivo entre os mortos.
Como a religião luterana é a oficial da Noruega, os noruegueses todos se dizem protestantes luteranos, que, ao nascer, foram batizados na igreja, na pre-adolescencia foram confirmados na mesma e a grande maioria deles frequentaram aquela igreja pela última vez quando foram confirmados.
O que se percebe é uma religiosidade morta, onde as pessoas não experimentam o novo nascimento, portanto, não há mudança de vida, não há compromisso com o evangelho verdadeiro tão pouco com o Senhor do Evangelho.
Se meditarmos que como Igreja, Corpo de Cristo, também vivemos em um cemitério, pois como está escrito o mundo jaz no maligno, isto é, está sepultado nele; também as pessoas com as quais convivemos no dia-a-dia que não têm a Jesus como Senhor, estão mortas em seus delitos e pecados.
O que precisamos tomar cuidado é para que na nossa vida pessoal não estejamos como o anjo da igreja de Sardes para quem o Senhor Jesus falou:
"... TENS NOME DE QUE VIVES E ESTÁS MORTO."( Apocalípse 3.1).
Eu não quero isso para a minha vida meus amados, guarde-me o Senhor! Jesus disse que Deus não é Deus de mortos, mas de vivos! Quero sentir a vida de Cristo pulsando em minha vida cada dia em nome de Jesus, não pelas minhas obras, ou por qualquer mérito pois não tenho, mas pela maravilhosa graça de Nosso Senhor Jesus Cristo e pela fé no Seu Nome, aleluia!
Cada povo com seu costume, porém, creio se dificil para uma pessoa que tem dificuldades em lidar com defuntos ir cultuar em uma casa de oração rodeada de sepulcros. Felizmente deve haver alguns que são indiferentes à situação a sua volta e podem entoar os seus cânticos congregacionais costumeiros e fazer suas orações decoradas. Os sermões bem elaborados e esquematizados com três anos de antecedência completam o culto tradicional.
Porém, como em Sardes, creio que nestas igrejas nominais existem fiés:
"TENS, CONTUDO, EM SARDES, UMAS POUCAS PESSOAS QUE NÃO CONTAMINARAM AS SUAS VESTIDURAS E ANDARÃO DE BRANCO JUNTO COMIGO, POIS SÃO DIGNAS." (Apocalípse 3.4). Deus sempre conserva um remanescente, aleluia!
Esperamos que o vento do Espírito sobre sobre os ossos secos que se dizem evangelicos e protestantes, ( eles estão em todo o mundo, sem exceção), para que a vida de Deus venha para eles e se levante um poderoso exercito para glória de Deus! A Igreja vista por Salomão e descrita como "UM FORMIDÁVEL EXÉRCITO COM BANDEIRAS!" Eu quero está nela, em nome de Jesus com aqueles que o Senhor me deu.
Maranata!

2 comentários:

Jossy disse...

Irmã Lídia,
que o Senhor Jesus continue abençiando sua vida. Obrigado pelos textos maravilhosos!
Jossy e Jaque

Lidia Fernandes Da Silva disse...

Meus amados Jossy e Jaque Deus vos abençoe
Saudades!!!
Espero vê-los em breve se o Amigo me presentear com essa oportunidade para glória de Deus.
Um cheiro com azeite em cada um dessa familia querida.
A conserva
lidia